A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que voluntária da CoronaVac foi entubada em Barretos após tomar dose da vacina

Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
16.out.2020 | 19h45 |

Circula pelas redes sociais a informação de que uma profissional de saúde de Barretos (SP), voluntária nos testes da vacina chinesa CoronaVac, contra a Covid-19, foi entubada e teve edema agudo de pulmão. Isso teria ocorrido depois que ela tomou uma dose do imunizante. As informações são atribuídas à Secretaria de Saúde do município. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“EM BARRETOS-SP PROFISSIONAL DA SAÚDE ESTA ENTUBADA SEGUNDO INFORMAÇÕES APÓS TOMAR A VACINA CORONAVAC (VACINA DA CHINA).

CONFIRA A NOTA DE ESCLARECIMENTO DA SECRETÁRIA DE SAÚDE DE BARRETOS-SP.

Sobre a profissional da saúde que foi entubada segundo Informações após tomar a vacina “coronaVac”( vacina chinesa) que está sendo testada em alguns profissionais da saúde da cidade de Barretos-SP.

Informações de familiares, grupo de setores do hospital e também de testemunhas.

Após tomar a vacina ela teve um choque anafilático e edema agudo de pulmão. Não se pode afirmar que foi a vacina que ocasionou esta reação, cada organismo é um. Porém foi sim após tomar a coronaVac.

Ela precisou ser entubada, mas graças a Deus já está melhor.”

Texto publicado em post no Facebook que, até as 17h30 de 16 de outubro de 2020, tinha 279 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A assessoria de imprensa do Hospital de Amor de Barretos afirmou, em nota, que o relato não é verídico. A instituição está entre os locais que participam da fase 3 dos testes da vacina CoronaVac no estado de São Paulo, sob coordenação do Instituto Butantan. “Apenas uma voluntária teve reação moderada possivelmente associada a seu histórico de saúde, e não à vacina. Foi prontamente atendida, liberada e segue monitorada”, diz o texto. Uma nota com o mesmo texto foi enviada pelo Instituto Butantan.

A profissional de saúde não foi entubada nem teve edema agudo de pulmão, como diz o post que circula no Facebook. A assessoria de imprensa do hospital negou ambas as informações em conversa pelo WhatsApp. “Foi uma reação alérgica que pode acontecer em qualquer outra vacina, inclusive nas já aprovadas”, afirmou. “Não podemos dar mais detalhes, pois envolve um processo da própria pesquisa, que está sendo centrada pelo Instituto Butantan.”

A nota enviada pelo Hospital de Amor e pelo Instituto Butantan diz ainda que não foram constatadas reações adversas significativas nos testes com a CoronaVac até o momento. O texto diz que 50 mil voluntários tomaram a vacina na China e somente 5,36% do total sentiu efeitos colaterais, considerados de baixa intensidade, como dor leve no local da aplicação, fadiga, febre, perda de apetite e dor de cabeça. Essas pessoas receberam as doses sem serem participantes da fase 3 dos testes da CoronaVac, mas fazendo uso emergencial da imunização – o procedimento foi autorizado pelo governo da China.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Barretos também afirmou, por áudio enviado no WhatsApp, que jamais divulgou a nota de esclarecimento citada no post do Facebook. “Não emitimos nada, não. Isso é fake news”, afirmou. “A Prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde não têm nenhum contato com essa experiência que está sendo feita lá [no Hospital de Amor].”

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Marcela Duarte

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo