A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

como utilizar a urna eletrônica
como utilizar a urna eletrônica

#Verificamos: É falso que maiores de 60 anos terão horário exclusivo para votar

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
19.out.2020 | 17h34 |

Circula pelas redes sociais uma mensagem com supostas novas regras para as eleições municipais deste ano, por causa da pandemia da Covid-19. O texto indica que pessoas com mais de 60 anos, que estão no grupo de risco, terão exclusividade no início da manhã para votar. Também afirma que será obrigatório levar caneta, título de eleitor, carteira de identidade e máscara na seção eleitoral no 1º turno. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“De 7:00hs às 10:00hs – Pessoas excepcionalmente maiores de 60 anos
De 10:00hs às 17:00 – Público normal”

Texto que circula no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O horário das 7h às 10h não é exclusivo, mas apenas preferencial para a votação para pessoas com mais de 60 anos. Isso está descrito na página 10 do Plano de Segurança Sanitária – Eleições Municipais de 2020, apresentado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As diretrizes foram elaboradas por especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Hospital Israelita Albert Einstein e do Hospital Sírio-Libanês. O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) inclusive já havia desmentido a informação.

O objetivo dessa nova regra é estimular eleitores fora da faixa etária de risco da Covid-19 a não irem votar nas horas iniciais das eleições. Acompanhantes ou outros eleitores com menos de 60 anos que chegarem aos locais de votação entre 7h e 10h não serão impedidos de votar, mas deverão aguardar ao final da fila ou em fila separada, respeitando a preferência dos maiores de 60 anos.


“Em 15/11/20, dia da eleição, é obrigatório levar: caneta (…)”
Texto que circula no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. De acordo com o Plano de Segurança Sanitária – Eleições Municipais de 2020 (página 18), é recomendável, mas não obrigatório, que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação. Caso ele não tenha levado o objeto, o mesário deve borrifar álcool na caneta de uso comum antes e depois da utilização de cada eleitor. 


“Em 15/11/20, dia da eleição, é obrigatório levar: (…) título de eleitor”
Texto que circula no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Assim como nas eleições anteriores, não será obrigatória a apresentação do título de eleitor para votar, embora com ele seja mais fácil localizar a seção eleitoral. 


“Em 15/11/20, dia da eleição, é obrigatório levar: (…) máscara (uso obrigatório sem ela não entrará na seção); identidade; (…)”

Texto que circula no WhatsApp

VERDADEIRO

A informação analisada pela Lupa é verdadeira. O uso de máscara será obrigatório nas seções eleitorais e nos locais de votação. A apresentação do documento de identidade com foto também é obrigatória, pois a identificação biométrica será desabilitada para reduzir os pontos de contato do eleitor com objetos e superfícies, segundo o Plano de Segurança Sanitária – Eleições Municipais de 2020 (página 13). 

 

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo