A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que vandalismo em igreja no Reino Unido teve motivações políticas

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.out.2020 | 15h59 |

Circula pelas redes sociais o vídeo de um homem vandalizando a Igreja Batista Chadwell Heath, localizada no Reino Unido. Ele puxa uma das cruzes que compõem a fachada da igreja até ela se soltar. De acordo com o post, trata-se de uma ação da “esquerdalha contra os cristãos”. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“A esquerdalha contra os cristãos. Isso é real. É guerra. ONDE SERÁ QUE ANDA O SANTO PAPA FRANCISCO”

Legenda de vídeo publicado no Facebook que, até as 14h do dia 20 de outubro de 2020, tinha mais de 1,7 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Não existe nenhum registro, feito pela polícia, pela imprensa ou por autoridades religiosas, de que o ataque à Igreja Batista Chadwell Heath teve motivações políticas. O reverendo James Thomas, ministro da igreja, teve contato com o homem no momento do incidente e afirmou, em post no Facebook, que ele aparentava não estar bem mentalmente. “Acredito que não se tratou de um ato puro de vandalismo, mas de ações de alguém que estava no meio de uma crise mental”, disse. “O dano causado é frustrante, mas pode ser arrumado. Seria muito pior se ele tivesse se machucado, ou ferido alguém, porque passava por um momento mentalmente muito difícil.” 

O episódio ocorreu no dia 18 de outubro, como informou, no Twitter, a equipe da Polícia Metropolitana responsável pelos distritos de Barking e Dagenham, localizados em Londres. Segundo a publicação, o jovem, chamado Yusef Awali, foi detido no local no momento do incidente. Ele foi acusado de “danos criminais com agravante religioso” e compareceu ao Tribunal de Barkingside nesta terça-feira (20). Como a corte não tem jurisdição para analisar o caso, foi decidido que ele continuaria sob custódia. Awali precisará apresentar-se ao Tribunal da Coroa de Snaresbrook em 18 de novembro.

A Igreja Batista Chadwell Heath lamentou o ocorrido em um post no Facebook. “Nós recuperamos a cruz e ele [o homem detido] não fez mal a si mesmo ou a ninguém – ele poderia facilmente ter caído do telhado, o que não teria sido bom. A polícia respondeu muito rapidamente e o deteve. Ele será avaliado profissionalmente e, com sorte, receberá a ajuda de que necessita”, diz o texto. 

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo