A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vice-diretora da OMS disse que não recomenda obrigatoriedade da vacina contra Covid-19 para todos os países

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
22.out.2020 | 14h07 |

Circula nas redes sociais o print de uma publicação feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Instagram, dizendo que uma diretora da OMS disse que a instituição não recomenda que vacina contra Covid-19 seja obrigatória. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Diretora da OMS não recomenda que vacina contra covid-19 seja obrigatória”
Título de matéria do Uol compartilhada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Instagram

VERDADEIRO, MAS

A afirmação analisada pela Lupa é verdadeira, mas requer contextualização. Mariângela Simão, é vice-diretora geral da área de Medicamentos, Vacinas e Produtos Farmacêuticos da Organização Mundial da Saúde (OMS). Nesta quinta-feira (21), em entrevista à CNN Brasil, ela de fato disse que a instituição não recomenda a obrigatoriedade da vacina contra a Covid-19 em todos os países. A recomendação da instituição, porém, é de que cada país tome sua decisão de acordo com a realidade local – ou seja, a organização não é contrária a essa prática.

“A OMS entende que cabe a cada país decidir. Mas você tem que pensar que em uma situação em que você está falando com adultos que têm capacidade de discernimento, de fazer escolhas informadas, a tendência é que não se recomendem medidas autoritárias, até porque é extremamente difícil fiscalizá-las. Vai depender da legislação interna, das condições que cada país tem, mas [a obrigatoriedade] é de difícil implementação”, respondeu a vice-diretora a Luciana Barreto, apresentadora do programa Visão CNN.

O conteúdo compartilhado pelo presidente é uma captura de tela de reportagem da UOL sobre esse assunto.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751

 

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo