A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Natal: Carlos Alberto erra ao falar sobre desemprego e transporte público

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
26.out.2020 | 10h00 |

O candidato à prefeitura de Natal Carlos Alberto (PV) ocupa a quarta posição na pesquisa de intenção de voto do Ibope para a InterTV Cabugi divulgada no dia 6 de outubro. Ele tem participado de debates e entrevistas e divulgado propostas em suas redes sociais. A Lupa analisou algumas de suas falas. A checagem faz parte do projeto Democracia Digital, no qual jornalistas de todas as capitais do Brasil verificam discursos dos quatro candidatos melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto em 2020.

Hermano Morais (PSB), Kelps (Solidariedade) e Álvaro Dias (PSDB)  terceiro, segundo e primeiro em intenções de voto na mesma pesquisa – também tiveram falas analisadas, e o resultado dessas verificações será publicado nos dias 28 de outubro, 2 de novembro e 4 de novembro, respectivamente.

Confira o grau de veracidade do que disse Carlos Alberto:

“A economia do RN apresenta hoje o mais baixo crescimento do Nordeste(…)”
Carlos Alberto (PV), candidato à prefeitura de Natal, na página 24 de se programa de governo registrado no TSE

FALSO

De acordo com os dados mais atuais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2016 a 2017, o crescimento do Produto Interno Bruto do Rio Grande do Norte foi de 7,74%, superado apenas por Pernambuco, com 8,49%, e Piauí, com 9,52%. Todos os outros estados da região Nordeste tiveram crescimentos menores. 

Procurado, o candidato não respondeu.


“(…) [o RN tem] o maior índice de desemprego [do Nordeste]

Carlos Alberto (PV), candidato à prefeitura de Natal, na página 24 de se programa de governo registrado no TSE

FALSO

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad/C) trimestral, a taxa de desemprego no Rio Grande do Norte era de 15% no segundo trimestre de 2020 — a mesma de Pernambuco. Bahia (19,9%), Sergipe (19,8%), Alagoas (17,8%) e Maranhão (16%) tiveram índices maiores no mesmo período.

Procurado, o candidato afirmou que “o RN vem sempre entre os maiores do Brasil, realmente não é de agora.”


“No contracheque dele [empregado], vem o desconto de 6% do vale-transporte”
Carlos Alberto (PV), candidato à prefeitura de Natal, em debate eleitoral na Band Natal em 1º de outubro de 2020

VERDADEIRO

De acordo com a Lei nº 7.418/85, que institui o vale-transporte, o empregador deve antecipar ao empregado os valores necessários para as despesas de deslocamento da residência para o trabalho e vice-versa. A lei autoriza um desconto de até 6% do salário básico do empregado, mas indica que o empregador deve cobrir os custos com transporte que excedam esse valor.


“O peso do transporte público na renda familiar é de 18%”
Carlos Alberto (PV), candidato à prefeitura de Natal, em debate eleitoral na Band Natal em 1º de outubro de 2020

FALSO

De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017-2018, do IBGE, as famílias brasileiras gastam, em média, 1,3% do seu orçamento com transporte público – o que a pesquisa considera “transporte urbano”: ônibus, táxi, metrô, integração, trem, barca, transporte alternativo, bonde e plano inclinado. O gasto total com transporte é de 14,6% da renda mensal das famílias, mas inclui aquisição de veículo, combustível, impostos, manutenção e outros.

Procurado, o candidato afirmou que o dado apresentado pela Lupa é “a média brasileira, [mas] os mais pobres têm propensão a gastar bem mais.”


“[Natal é] Uma cidade que tem o orçamento de R$ 3,2 bilhões (…)”

Carlos Alberto (PV), candidato à prefeitura de Natal,  em transmissão ao vivo na TV WEB 43 em 19 de outubro de 2020

VERDADEIRO

De acordo com a Lei Orçamentária Anual, o orçamento de Natal para 2020 é de R$ 3,174 bilhões.

Nota da redação: O projeto Democracia Digital é uma iniciativa da Lupa, do Instituto de Tecnologia & Equidade (IT&E) e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, com apoio do WhastApp e dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o Brasil. As checagens produzidas são distribuídas gratuitamente a rádios universitárias do país, com apoio do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Editado por: Marcela Duarte e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo