A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

No epicentro: visualização de dados da Lupa ganha dois prêmios latino-americanos de jornalismo

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.out.2020 | 16h51 |

A Lupa conquistou dois prêmios da edição de 2020 do Digital Media Awards Latam da Associação Mundial de Editores de Notícias (WAN-IFRA) com a ferramenta No epicentro: “Melhor Projeto de Visualização de Dados”, entre todos os concorrentes, e “Melhor Visualização de Dados”, na categoria “Mídias pequenas e locais”. Com essa vitória, a Lupa vai concorrer com projetos premiados da Ásia, África, Europa, Oriente Médio e América do Norte no World Digital Media Awards 2021, que acontecerá durante o “WAN-IFRA World News Media Congress”.

E se todos os mortos por Covid-19 no Brasil fossem seus vizinhos? Com essa pergunta em mente, a Lupa, em parceria com o Google News Initiative, desenvolveu No epicentro, uma ferramenta de visualização de dados para colocar o leitor no centro da epidemia, simulando como ficaria sua vizinhança se todos os mortos pela doença se concentrassem ao seu redor.  No site, que chegou a ser reproduzido pelo jornal americano The Washington Post, o usuário é convidado a inserir seu endereço e dar início a uma narrativa que reconta a evolução da Covid-19 no Brasil. 

Para o WAN-IFRA, a ferramenta desenvolvida pela Lupa foi premiada por alertar sobre a dimensão da pandemia no Brasil.  “É difícil visualizar as mortes em um infográfico porque o país é muito grande, então a Agência Lupa idealizou uma forma de fazer o usuário da ferramenta de visualização de dados ver todas essas mortes como se tivessem ocorrido perto de sua localidade para aumentar a conscientização”, diz. “Este é um projeto que abrange todas as áreas que são importantes para informar e contar histórias hoje. Cumpre o propósito de abordar um tema muito difícil e de aproximá-lo de cada pessoa do país. É transparente sobre o processo e a visualização, concisa, concreta e extremamente envolvente.”

“Esse projeto é um esforço de trabalho em grupo, a partir da percepção de que as mortes para a Covid-19 estavam se transformando em meras estatísticas no Brasil. Algo precisava ser feito para melhorar essa percepção: do desenvolvimento de uma informação visual, de maior alcance, até a criação de uma narrativa que aproximasse as perdas dos brasileiros”, diz Gilberto Scofield Jr., diretor de Negócios e Estratégia da Lupa. “É com orgulho que percebemos que esta mensagem e este esforço foram não apenas reconhecidos pela comissão julgadora do WAN-IFRA, como considerados uma ferramenta de excelência”.

Além do prêmio maior de melhor projeto de visualização de dados das mídias latinoamericanas, No epicentro foi considerado também a melhor ferramenta de visualização na categoria de mídias pequenas e locais.

“Esse reconhecimento que recebemos sedimenta a nossa certeza de que vale a pena apostar em formatos de conteúdo que sensibilizem o leitor, que gerem empatia e que funcionem como uma experiência, e não apenas como uma exposição do conteúdo. No epicentro é um projeto delicado, com um tema sensível, mas que faz o alerta que precisamos nos tempos que vivemos. ver isso reconhecido em todo o continente é um orgulho muito grande pra Lupa”, diz Natalia Leal, diretora de Conteúdo da Lupa.

No Epicentro  faz com que os números frios sejam pessoais e próximos, dando uma dimensão humana à tragédia”, explicou Alberto Cairo, um dos maiores profissionais de visualização de dados do mundo, que coordenou o trabalho. Da concepção ao produto final, No epicentro demorou cerca de dois meses para ficar pronto. Além de Cairo, três profissionais especializados em jornalismo e narrativas visuais com dados trabalharam no desenvolvimento do produto: o designer Vinicius Sueiro, o jornalista-programador Rodrigo Menegat e o desenvolvedor Tiago Maranhão. 

Os vencedores serão anunciados oficialmente em uma cerimônia online durante o encontro anual da WAN-IFRA Digital Media Latam 2020, de 17 a 19 de novembro, chamado Celebrando a Excelência Jornalística na América Latina. As inscrições já estão abertas.

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo