A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

São Paulo: Guilherme Boulos erra ao falar sobre gastos do transporte público

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
29.out.2020 | 19h00 |

Concorrendo à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL) é o terceiro colocado na pesquisa de intenção de voto divulgada pelo Datafolha em 23 de outubro de 2020. Durante a campanha, ele tem participado de entrevistas e divulgado propostas em suas redes sociais. A Lupa analisou algumas de suas falas. A checagem faz parte do projeto Democracia Digital, no qual jornalistas de todas as capitais do Brasil verificam discursos dos quatro candidatos melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto em 2020.

As falas de Márcio França (PSB), quarto colocado na disputa, também foram analisadas e publicadas no dia 27 de outubro. Celso Russomanno (Republicanos) e Bruno Covas (PSDB) – segundo e primeiro em intenções de voto na mesma pesquisa – também tiveram declarações checadas. O resultado dessas verificações será publicado nos dias 3 e 5 de novembro, respectivamente.

Confira o grau de veracidade do que disse Guilherme Boulos:

“Tem quase 1 milhão de desempregados na nossa cidade”
Guilherme Boulos (PSOL), candidato à prefeitura de São Paulo, na sabatina feita pelo El Pais, em parceria com o canal My News, em 13 de outubro de 2020

VERDADEIRO

Segundo a Fundação Seade, vinculada ao governo de São Paulo, a capital paulista tinha 974 mil pessoas desocupadas no segundo trimestre de 2020, último dado disponível. Isso representa uma taxa de desocupação de 15,3%. No trimestre anterior, a taxa era de 13,2%.

Ainda de acordo com a pesquisa, a força de trabalho sofreu uma queda de 10,2%. Atualmente, 6,4 milhões de pessoas fazem parte da população em idade ativa na cidade.


“A taxa [de investimento] do governo anterior, do Fernando Haddad, era de R$ 18 bilhões ao ano”
Guilherme Boulos (PSOL), candidato à prefeitura de São Paulo, na sabatina feita pelo El Pais, em parceria com o canal My News, em 13 de outubro de 2020

FALSO

De acordo com o balanço anual da prefeitura, investimento feito pela administração por Fernando Haddad (PT) durante seu mandato foi, em média, de R$ 3,8 bilhões por ano.

Procurado, o candidato não respondeu.


“É R$ 4 bilhões que a prefeitura paga em subsídio [às empresas de ônibus]”
Guilherme Boulos (PSOL), candidato à prefeitura de São Paulo, na sabatina feita pelo El Pais, em parceria com o canal My News, em 13 de outubro de 2020

EXAGERADO

De acordo com o Tribunal de Contas do Município (TCM), em 2019, as empresas de ônibus de São Paulo receberam R$ 3,110 bilhões em subsídio. O valor citado por Boulos é 28,6% superior ao real. 

Procurado, o candidato não respondeu.


“Hoje, metade do orçamento da saúde de São Paulo vai para organizações sociais”
Guilherme Boulos (PSOL), candidato à prefeitura de São Paulo, na sabatina feita pelo El Pais, em parceria com o canal My News, em 13 de outubro de 2020

VERDADEIRO

Segundo o Relatório de Fiscalização elaborado pelo TCM, a Secretaria Municipal da Saúde teve uma despesa de R$ 11 bilhões em 2019. Desse total, as organizações sociais receberam R$ 5,5 bilhões (página 181). O relatório ainda aponta que falta controle e transparência de como esses recursos são utilizados pelas organizações.


“Tem um estudo do Idec (…) que avaliou na ponta do lápis, que  (…) se corrigir irregularidades, daria para economizar R$ 900 milhões por ano [nos contratos de transporte em São Paulo]”
Guilherme Boulos (PSOL), candidato à prefeitura de São Paulo, na sabatina feita pelo El Pais, em parceria com o canal My News, em 13 de outubro de 2020

FALSO

O estudo mais recente do Idec sobre mobilidade foi lançado em agosto de 2020. O MoveDados avaliou os corredores e faixas de ônibus e as licitações de serviços de ônibus em 12 capitais brasileiras. A pesquisa não cita o valor apresentado pelo candidato, nem analisa o quanto seria possível economizar corrigindo irregularidades em São Paulo. 

A assessoria do Idec informou que já havia identificado essa fala e entrado em contato com o candidato e que Boulos parou de usar a informação depois disso. “Este dado surgiu na conversa com o candidato Guilherme Boulos, porque conversamos sobre a auditoria do custo do sistema de transportes que a [consultoria] Ernst & Young fez em 2014 e que mostrava, à época, que realmente havia violações e erros no contrato que poderiam gerar uma economia de 10% do custo do contrato – considerando o pagamento por passageiro e, principalmente, o descumprimento de partidas, além de outros erros”.

Procurado, o candidato não respondeu.

Nota da redação: O projeto Democracia Digital é uma iniciativa da Lupa, do Instituto de Tecnologia & Equidade (IT&E) e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, com apoio do WhastApp e dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o Brasil. As checagens produzidas são distribuídas gratuitamente a rádios universitárias do país, com apoio do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Editado por: Chico Marés e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo