A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Rio Branco: Tião Bocalom erra dados sobre produção agrícola

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.out.2020 | 20h12 |

O candidato à prefeitura de Rio Branco Tião Bocalom (PP) ocupa a terceira posição na pesquisa de intenção de voto divulgada pelo Ibope em 16 de outubro de 2020. Ele participou do primeiro debate promovido pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Acre no dia 24 de outubro no prédio da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac). A Lupa checou algumas frases ditas pelo candidato. A checagem faz parte do projeto Democracia Digital, no qual jornalistas de todas as capitais do Brasil verificam discursos dos quatro candidatos melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto em 2020.

Socorro Neri (PSB) e Minoru Kinpara (PSDB) – segunda e primeiro em intenções de voto na mesma pesquisa – também tiveram falas analisadas, e o resultado dessas verificações será publicado nos dias 4 de novembro e 6 de novembro, respectivamente. Roberto Duarte (MDB), quarto colocado na disputa, teve falas checadas e publicadas em 28 de outubro.

Confira o grau de veracidade do que disse Tião Bocalom:

“[Acrelândia] é um município que só neste ano conseguiu faturar (…) mais de R$ 50 milhões com a produção do café”
Tião Bocalom (PP), candidato à prefeitura de Rio Branco no debate do DCE no dia 24 de outubro de 2020

FALSO

De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o valor da produção de café no município de Acrelândia foi de R$ 5 milhões em 2019, dado mais recente. O valor corresponde a 10% do mencionado pelo candidato. Toda a produção agrícola de Acrelândia rendeu, no ano passado, R$ 27,5 milhões à cidade.

Procurada, a assessoria do candidato disse que estava impossibilitada de responder devido aos compromissos de campanha.


“O município [de Acrelândia] que mais exporta produtos agrícolas (…)”
Tião Bocalom (PP), candidato à prefeitura de Rio Branco no debate do DCE no dia 24 de outubro de 2020

FALSO

De acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços,o município que mais exporta em 2020 no Acre é Epitaciolândia, seguido de Rio Branco, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Xapuri e Brasiléia.

Procurada, a assessoria do candidato informou que estava impossibilitada de responder devido aos compromissos de campanha.


“(…) um município [Rio Branco] que tem 34 vezes mais dinheiro que Acrelândia (…)”
Tião Bocalom (PP), candidato à prefeitura de Rio Branco no debate do DCE no dia 24 de outubro de 2020

EXAGERADO

A previsão de arrecadação atualizada neste ano para o município de Rio Branco é de R$1.071.278.544,22, valor 26,5 vezes maior que a previsão de arrecadação para o município de Acrelândia que estima a receita  de R$40.373.710,20. Os valores são do relatório resumido da execução orçamentária (RREO) publicados no Portal da Transparência de cada município. 

Procurada, a assessoria do candidato informou que estava impossibilitada de responder devido aos compromissos de campanha.

Nota da redação: O projeto Democracia Digital é uma iniciativa da Lupa, do Instituto de Tecnologia & Equidade (IT&E) e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, com apoio do WhastApp e dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o Brasil. As checagens produzidas são distribuídas gratuitamente a rádios universitárias do país, com apoio do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Editado por: Marcela Duarte e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo