Tem certeza que deseja sair da sua conta?

Natal: Kelps Lima erra ao falar de transporte público e exagera dados de educação

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.nov.2020 | 12h00 |

O candidato à prefeitura de Natal Kelps Lima (Solidariedade) ocupa a segunda posição na pesquisa de intenção de voto do Ibope para a InterTV Cabugi divulgada no dia 6 de outubro. Ele, que atualmente é deputado estadual, tem participado de debates e entrevistas. A Lupa analisou algumas de suas falas. A checagem faz parte do projeto Democracia Digital, no qual jornalistas de todas as capitais do Brasil verificam discursos dos quatro candidatos melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto em 2020.

Álvaro Dias (PSDB) – primeiro em intenções de voto na mesma pesquisa – também teve falas analisadas, e o resultado dessa verificação será publicado no dia 4 de novembro. Carlos Alberto (PV) e Hermano Morais (PSB), quarto e terceiro em intenções de voto na mesma pesquisa, respectivamente, já tiveram falas checadas e publicadas em 26 e 28 de outubro.

Confira o grau de veracidade do que disse Kelps Lima:

“Não tem linhas internas [de ônibus] na zona Norte [de Natal]”
Kelps Lima (Solidariedade), candidato à prefeitura de Natal,  em debate eleitoral na Band Natal em 1º de outubro de 2020

FALSO

A partir de dados abertos, foram encontradas linhas de ônibus que circulam apenas nessa região de Natal. A linha 600, por exemplo, faz um percurso por bairros da zona Norte; a linha 592 é um circular de Santa Cecília, bairro Pajuçara; e a linha 593 faz o circular Redinha. Além disso, neste ano foram adicionadas as linhas 581 e 591, que também atuam na região.

Procurado, o candidato afirmou, por meio de sua assessoria, que faltam linhas internas de ônibus na zona Norte. “Conheço bem o local e já fui secretário de transporte, em 2009 e início de 2010. Eu mesmo criei uma linha interna que ligava os bairros ao shopping da região, pois era mais fácil as pessoas irem para o shopping fora da Zona Norte, o Midway, do que ir para o Norte Shopping, da própria região onde moram. As linhas internas que existem são insuficientes para a demanda de mais de 300 mil habitantes da Zona Norte.”


“O autor da lei de manutenção predial (…) no estado sou eu, é o nosso mandato”
Kelps Lima (Solidariedade), candidato à prefeitura de Natal,  em debate eleitoral na Band Natal em 1º de outubro de 2020

EXAGERADO

A lei mencionada pelo candidato Kelps Lima, na verdade, ainda não é uma lei porque não foi votada pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A matéria é debatida e busca ser regulamentada pelo projeto de lei 192/2018 que, de fato, é de autoria do candidato. De acordo com a Secretaria Legislativa da ALRN, o projeto está na Comissão de Finanças e Fiscalização aguardando deliberação.

Procurado, o candidato afirmou, por meio de sua assessoria, que o projeto de lei é de sua autoria.


“Das crianças formadas no 9º ano na educação pública municipal, (…) só 20% conseguem escrever duas frases conectadas e sem erros de português”
Kelps Lima (Solidariedade), candidato à prefeitura de Natal, em entrevista ao Jornal do Dia em 20 de outubro de 2020

SUBESTIMADO

De acordo com o QEdu, a partir dos dados da Prova Brasil 2017, a porcentagem de alunos natalenses da rede municipal que aprenderam adequadamente a ler e interpretar textos até o 9º ano é de 28% e não 20% como afirma o candidato em entrevista. O dado correto consta também do seu plano de governo (página 6), cadastrado no Tribunal Superior Eleitoral.

Procurado, o candidato afirmou, por meio de sua assessoria, que falou o número equivocado.


“Natal, desde 1985, só elegeu prefeitos que nasceram em famílias políticas”
Kelps Lima (Solidariedade), candidato à prefeitura de Natal,  em debate eleitoral na Band Natal em 1º de outubro de 2020

VERDADEIRO

De fato, todos os prefeitos eleitos de Natal nasceram em famílias com políticos desde 1986, quando assumiu Garibaldi Alves Filho, filho de Garibaldi Alves, que já havia sido deputado e senador. Em 1989, Wilma de Faria assumiu como primeira mulher prefeita de Natal. A política, que posteriormente foi governadora, era sobrinha-neta de Juvenal Lamartine e Dinarte Mariz, ex-governadores do Rio Grande do Norte. Em 1993, Aldo Tinoco Filho, filho do ex-deputado e vereador Aldo Tinoco, era o prefeito. Wilma voltou ao paço em 1997 e, em 2002, entrou na prefeitura Carlos Eduardo Alves, filho de Agnelo Alves, ex-prefeito de Natal e Parnamirim, ex-senador e sobrinho de Garibaldi Alves. Em 2009, foi eleita Micarla de Sousa, filha do ex-deputado federal Carlos Alberto. Carlos Eduardo Alves voltou em 2012 e foi reeleito em 2016.

Nota da redação: O projeto Democracia Digital é uma iniciativa da Lupa, do Instituto de Tecnologia & Equidade (IT&E) e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, com apoio do WhastApp e dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o Brasil. As checagens produzidas são distribuídas gratuitamente a rádios universitárias do país, com apoio do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Editado por: Marcela Duarte e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo