Tem certeza que deseja sair da sua conta?

Fortaleza: Luizianne Lins apresenta dados subestimados sobre desemprego

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
03.nov.2020 | 10h00 |

A candidata à prefeitura de Fortaleza Luizianne Lins (PT) ocupa a segunda posição na pesquisa de intenção de voto divulgada pelo Datafolha em 17 de outubro de 2020. Ela tem participado de entrevistas e divulgado propostas em suas redes sociais. A Lupa analisou algumas de suas falas. A checagem faz parte do projeto Democracia Digital, no qual jornalistas de todas as capitais do Brasil verificam discursos dos quatro candidatos melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto em 2020.

Capitão Wagner (PROS) — primeiro em intenções de voto na mesma pesquisa — também teve falas analisadas, e o resultado dessa verificação será publicado no dia 5 de novembro. As declarações dos candidatos Heitor Férrer (Solidariedade) e José Sarto (PDT) — quarto e terceiro na pesquisa, respectivamente — foram checadas e publicadas nos dias 27 e 29 de outubro.

Confira o grau de veracidade do que disse Luizianne Lins:

“Quase 70% da nossa população, segundo a pesquisa da Pnad de 2018, ganha entre zero e dois salários mínimos”
Luizianne Lins (PT), candidata a prefeita de Fortaleza, em entrevista ao Ponto Poder do Sistema Verdes Mares em 16 de outubro de 2020

FALSO

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2018 não aponta o dado mencionado pela candidata. O dado mais atualizado do IBGE que se aproxima do que disse Lins é do Censo de 2010. De acordo com o levantamento, 85% da população total de Fortaleza tinha, naquele ano, um rendimento nominal mensal de até dois salários mínimos. Considerada apenas a população economicamente ativa, o índice cai para 77%.

Procurada, a assessoria da candidata disse que ela se baseou em uma pesquisa realizada pelo Instituto de Zaytec Brasil, que aponta que 78,6% da população vive com até dois salários mínimos. O levantamento foi encomendado pelo próprio Partido dos Trabalhadores e está registrado no TSE com o número 00921/2020.


“Foram mais de 220 mil empregos conquistados nesse período [entre 2006-2012, quando foi prefeita]
Luizianne Lins (PT), candidata a prefeita de Fortaleza, em entrevista ao Ponto Poder do Sistema Verdes Mares em 16 de outubro de 2020

VERDADEIRO

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, entre os anos de 2006 e 2012, a cidade de Fortaleza teve um saldo de 226.101 empregos gerados. O Caged é o “registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)”.


“Nós tivemos aqui em Fortaleza 700 mil pessoas que receberam o auxílio emergencial de R$ 600”
Luizianne Lins (PT), candidata a prefeita de Fortaleza, em entrevista ao Ponto Poder do Sistema Verdes Mares em 16 de outubro de 2020

VERDADEIRO

De acordo com informações no site da Câmara dos Vereadores de Fortaleza, 721.337 pessoas da capital cearense receberam a primeira parcela do Auxílio Emergencial. No Ceará, segundo dados do IBGE, 58,7% dos domicílios receberam o domicílio.


“Fortaleza tinha 120 mil desempregados antes da pandemia”
Luizianne Lins (PT), candidata a prefeita de Fortaleza, na sabatina feita pela rádio O Povo CBN em 22 de outubro de 2020

SUBESTIMADO

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do IBGE, Fortaleza tinha 147 mil pessoas desocupadas no 4º trimestre de 2019. No primeiro trimestre de 2020, a pesquisa apontou que a capital tinha 169 mil pessoas nessa condição

A assessoria da candidata afirmou que os dados da Pnad se referem “à Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e não a somente Fortaleza.” A assessoria estimou que “a cidade de Fortaleza é responsável por 80% (ou em torno disso) da dinâmica de emprego e renda na RMF” e, por isso, a candidata teria citado o número em questão.

Nota da redação: O projeto Democracia Digital é uma iniciativa da Lupa, do Instituto de Tecnologia & Equidade (IT&E) e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, com apoio do WhastApp e dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o Brasil. As checagens produzidas são distribuídas gratuitamente a rádios universitárias do país, com apoio do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Editado por: Marcela Duarte e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo