Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É montagem foto de Manuela D’Ávila com cartaz dizendo que ‘vai para Cuba’ se Bolsonaro se eleger

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
04.nov.2020 | 16h53 |

Circula pelas redes sociais um post com uma foto de Manuela D’Ávila (PCdoB), candidata à prefeitura de Porto Alegre, em que ela segura um cartaz prometendo ir para Cuba se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na época candidato à presidência, vencesse as eleições. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Se ela não cumpriu esta promessa vocês acreditam mesmo que irá cumprir outras? Afinal, Cuba é um lugar tão bonito e aprazível”

Legenda publicada em post do Facebook que circula pelo WhatsApp e nele, Manuela D’Ávila (PCdoB), candidata à prefeita de Porto Alegre, supostamente segura cartaz prometendo ir para Cuba  

FALSO

A imagem analisada pela Lupa é uma montagem. Na foto original, o cartaz que a ex-deputada federal Manuela D’Ávila segura diz “‘Agora vem posar de vítima’(…) (sempre que somos agredidas)”. 

A imagem verdadeira foi registrada em 2016, como parte de uma campanha do portal UOL para o Dia Internacional da Mulher. Nesta campanha, 14 mulheres, entre elas a cantora Karina Buhr e a atriz Beth Goulart, posaram para fotos segurando frases machistas que escutaram em algum momento de suas vidas.

Também não existe nenhum registro de que a candidata tenha dito que iria para Cuba caso Bolsonaro vencesse as eleições de 2018.

Essa imagem também foi verificada pelo Aos Fatos.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo