A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Foto de cédulas supostamente achadas no lixo são antigas e não têm relação com eleições americanas de 2020

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
10.nov.2020 | 16h47 |

Circula nas redes sociais uma foto que mostra pessoas despejando dezenas de cédulas de votação sobre uma mesa. A legenda relaciona a imagem a um episódio ocorrido no condado de Luzerne, na Pensilvânia, em que “cédulas militares foram encontradas no lixo”. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Cédulas militares encontradas no lixo na Pensilvânia – a maioria era votos de trunfo (sic). As cédulas foram descobertas durante uma investigação sobre questões eleitorais no condado de Luzerne, na Pensilvânia. A maior parte das cédulas descartadas foi para o presidente Trump”
Texto que acompanha imagem de supostas cédulas encontradas no lixo na Pensilvânia

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A foto compartilhada foi tirada em 2018, e, portanto, não tem nenhuma relação com um episódio relatado no condado de Luzerne, na Pensilvânia, no início do mês. A imagem foi registrada pela fotógrafa Elaine Thompson, da agência de notícias Associated Press, e mostra funcionários de um condado no estado de Washington descarregando uma caixa com dezenas de votos eleitorais.

Em setembro, nove cédulas usadas por militares para votar nas eleições, número consideravelmente menor ao mostrado na imagem, foram encontradas no lixo no condado de Luzerne, no estado da Pensilvânia. O condado enviou um comunicado para imprensa alegando que um funcionário terceirizado descartou as cédulas no lixo do Escritório Eleitoral. Ele havia sido contratado no dia 14 de setembro, dois dias antes do episódio ser descoberto, e então foi afastado da função.

O Departamento Federal de Investigação (FBI) e autoridades locais na Pensilvânia estão investigando o caso. 

Essa informação também foi verificada pelo site Aos Fatos

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo