Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falso que Suprema Corte dos EUA acionou Guarda Nacional para prender pessoas após eleições

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
11.nov.2020 | 19h39 |

Circula pelas redes sociais a informação de que a Suprema Corte dos Estados Unidos supostamente convocou a Guarda Nacional em 12 estados do país para prender mesários, funcionários dos Correios e contadores de votos. A mensagem é divulgada com uma imagem do presidente republicano Donald Trump beijando a bandeira dos Estados Unidos.  Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Suprema Corte dos EUA convoca a Guarda Nacional em 12 estados e começa a efetuar prisões de mesários, funcionários de correios e contadores de votos”

Texto em post do Facebook e que, até às 17h do dia 11 de novembro de 2020, tinha 44 compartilhamentos 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A Suprema Corte dos Estados Unidos não está autorizada a acionar a Guarda Nacional. Assim como o Supremo Tribunal Federal (STF) no Brasil, grande parte do trabalho da Suprema Corte estadunidense concentra-se em revisar casos que passam por cortes estaduais ou tribunais federais inferiores. A Lupa consultou o site da instituição e não há registro de qualquer ação que esteja sendo julgada envolvendo crimes eleitorais por parte de mesários, funcionários dos Correios e contadores de votos. Também não há comunicados à imprensa sobre julgamentos de crimes relacionados às eleições presidenciais deste ano. 

Além disso, a Guarda Nacional dos Estados Unidos, como consta no site oficial da organização, está sob comando de governadores de estado ou do presidente dos Estados Unidos. Portanto, não cabe à Suprema Corte convocá-la. A informação pode ser encontrada na segunda pergunta da página, “What is the National Guard?”, ou “O que é a Guarda Nacional?”, em português.

Por se tratar de um evento de relevância, possíveis prisões de mesários, funcionários de Correios e contadores têm ampla divulgação da imprensa internacional quando ocorrem. Não há, entretanto, qualquer notícia de que prisões desse tipo tenham acontecido em qualquer estado norte-americano. 

Essa informação também foi verificada por E-farsas, Boatos.org e Fato ou Fake.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo