A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Urnas Eletrônicas no TRE-MT. Cuiabá-MT, 
Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE
Urnas Eletrônicas no TRE-MT. Cuiabá-MT, Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

#Verificamos: Seções eleitorais que não aparecem no menu de resultados do TSE foram agregadas, e votos foram contabilizados normalmente

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
25.nov.2020 | 16h54 |

Circula pelas redes sociais que algumas seções eleitorais de Natal, no Rio Grande do Norte, teriam desaparecido do sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Usuários do Facebook questionam se isso poderia ser indícios de fraude nas eleições municipais deste ano. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Fraude nas eleições 2020? Amigos, atentos a essa postagem :

Olhe só que coisa, nessa seção 0499 da segunda zona era pra ter pelo menos 1 voto para minha pessoa, voto do amigo Antônio Lucio Da Silva, conhecido no Canal NMP como Toni. Estava eu conferindo os meus votos por seção, quando chega a vez do Toni que vota na citada seção e zona acima. Como vocês podem conferir no comprovante de votação abaixo, E para a minha surpresa a seção 499 da segunda zona desapareceu do sistema do TSE como vocês também podem conferir na imagem abaixo, da seção 498 pula para seção  500. Compartilhem essa postagem para que todos possam conferir as suas seções e ver se achamos mas situações como está. Amanhã estou indo ao TRE para eles darem conta da seção 499 da segunda zona. Vou deixar aqui o link para consulta no site do TSE.

https://resultados.tse.jus.br/oficial/…

OBS: DEPOIS QUE FIZ ESSA POSTAGEM ACHEI MAIS DUAS SEÇÕES DESAPARECIDAS, DESSA VEZ NA PRIMEIRA ZONA ELEITORAL, SÃO ELAS 0096 E 0310. JÁ ADICIONEI AS FOTOS, VOU CONTINUAR A BUSCA E VOU ADICIONANDO AQUI QUANDO FOR ACHANDO. COMPARTILHEM PARA TODOS FICAREM SABENDO”
Texto publicado pelo candidato a vereador Robson Sêmog no Facebook que, até às 13h do dia 13 de outubro de 2020, tinha sido compartilhado mais de 400 pessoas no Facebook 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A ausência das seções citadas no menu do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não indica fraude. Na verdade, elas foram agregadas a outras seções, por isso, não aparecem individualmente no menu da página de resultados do TSE. Nesses casos, os votos são realizados e contabilizados junto com os votos da seção principal, em um mesmo boletim de urna.

A “agregação” de duas ou mais seções significa que a votação de duas seções diferentes, geralmente no mesmo local de votação, é realizada na mesma urna. Isso acontece, por exemplo, quando o número de equipamentos disponíveis não é suficiente para abastecer todas as seções de uma determinada zona eleitoral (ZE). O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, onde o caso citado aconteceu, listou todas as zonas agregadas neste documento, publicado em 13 de novembro.

As três seções citadas nesta publicação foram agregadas a outras urnas. A seção 499, na 2ª ZE do Rio Grande do Norte, foi agregada à 503. Já as urnas 96 e 310 da 1ª ZE foram agregadas, respectivamente, às seções 103 e 97. Todas elas ficam na cidade de Natal. 

Esclarecimentos

O texto verificado pela Lupa foi publicado pelo candidato a vereador Robson Sêmog (PSD), que apresenta o programa Canal NMP. Ele teve 160 votos nas eleições, e ficou na suplência. Um dia após a publicação deste post, ele publicou outro texto no Facebook afirmando que entrou em contato com o chefe de cartório da 1ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Norte, Arlley Andrade de Sousa, que foi convidado a explicar a situação no seu programa. 

Segundo Sousa, houve uma falta de urnas eletrônicas durante as eleições municipais e o TRE-RN precisou agregar seções para garantir que todos os eleitores tivessem acesso às urnas eletrônicas. Assim, os votos das duas sessões são contabilizados de forma única e geram um boletim de urna único. Isso não altera o resultado final da votação. A Lupa consultou os boletins de urna das seções 103 e 97 da 1ª ZE e da seção 503 da 2ª ZE e constatou que, nas três, há um voto para Sêmog.

A Lupa tentou entrar em contato com Sêmog pelo Facebook, mas ele não retornou até a publicação dessa checagem.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo