A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Tem certeza que deseja sair da sua conta?

Fundo Eleitoral transferiu mais de R$ 4 bilhões a partidos em duas eleições

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.nov.2020 | 14h00 |

Circula nas redes sociais um texto que afirma que o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), também conhecido como Fundão, transferiu quase R$ 4 bilhões a partidos em dois anos. O texto afirma que o Partido dos Trabalhadores (PT) teria recebido mais de R$ 400 milhões. A Lupa verificou a publicação como parte do projeto Democracia Digital, no qual jornalistas de todas as capitais do Brasil analisam notícias das eleições 2020. Confira:

“Em 2 anos, Fundão Eleitoral já transferiu quase R$ 4 bilhões a partidos”
Trecho de texto publicado pela Revista Oeste em 31 de outubro de 2020

VERDADEIRO

Somando os repasses de 2018 e 2020, o valor foi de R$ 3,7 bilhões. Na eleição geral de 2018, o valor repassado aos partidos foi de R$ 1,716 bilhão. O total de recursos distribuídos pelo Fundo Eleitoral foi de R$ 2,035 bilhões em 2020.


“Só o PT recebeu mais de R$ 400 milhões”
Trecho de texto publicado pela Revista Oeste em 31 de outubro de 2020

VERDADEIRO

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Partido dos Trabalhadores(PT) recebeu mais de R$ 201 milhões em 2020 e R$ 212,4 milhões em 2018, resultando em mais de R$ 413 milhões. Na soma das duas eleições, o PT foi o partido que mais recebeu recursos, seguido do PSDB, com R$ 385,3 milhões, e do MDB, com R$ 382,4 milhões.

Em 2020, os partidos que receberam os maiores valores foram o PT, o Partido Social Liberal (PSL), com R$ 199 milhões, e o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), com R$ 148 milhões. Em 2018, o partido que mais recebeu recursos do Fundão foi o MDB, com R$ 234,2 milhões, seguido do PT e do PSDB, com 185,8 milhões.

Os recursos do Fundão são repartidos entre os partidos de acordo com os votos obtidos na Câmara dos Deputados nas eleições anteriores e proporcional ao número de representantes na Câmara e no Senado: 2% entre todos os partidos; 35% entre os que possuem ao menos um deputado federal, em equilíbrio aos votos do último pleito; 48% na proporção de representantes na Câmara; e 15% na proporção de representantes no Senado.

Nota da redação: O projeto Democracia Digital é uma iniciativa da Lupa, do Instituto de Tecnologia & Equidade (IT&E) e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, com apoio do WhatsApp e dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o Brasil. As checagens produzidas são distribuídas gratuitamente a rádios universitárias do país, com apoio do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Editado por: Marcela Duarte

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo