A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

#Verificamos: É falso que Crivella ultrapassou Paes nas últimas pesquisas de intenção de voto

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.nov.2020 | 19h36 |

Circula nas redes sociais uma publicação que afirma que Marcelo Crivella (Republicanos) teria ultrapassado Eduardo Paes (DEM) nas pesquisas de intenção de votos para a eleição da prefeitura do Rio de Janeiro. O post diz que o atual prefeito estaria com 55% das intenções de voto, contra 45% de Paes. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Print-Crivella-Paes-Ibope

“Jogo virou dando: 55% Crivella. 45% Eduardo.”

Texto publicado no Facebook, que até o dia 28 de novembro de 2020, às 17h42, tinha 271 compartilhamentos. 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. De acordo com dados disponibilizados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entre os dias 16 de novembro e 28 de novembro foram registradas dez pesquisas de intenção de votos sobre a corrida à Prefeitura do Rio. Os levantamentos foram realizados pelo Datafolha, Ibope, Instituto de Pesquisa GERP, Nervera (Atlas Político) e Real Time Big Data. Em todas as pesquisas já publicadas, Eduardo Paes (DEM) aparece à frente de Marcelo Crivella (Republicanos) na disputa de segundo turno no pleito municipal. 

O Datafolha fez duas pesquisas neste período. Uma foi divulgada na sexta-feira (27), os dois candidatos oscilaram positivamente, Paes foi a 55% e Crivella a 23%. Considerando os votos válidos, Paes tinha 70% e Crivella 30%. A margem de erro era de três pontos percentuais. Neste sábado (28), o DataFolha publicou nova pesquisa, em que Paes permanece na liderança com 55% das intenções de voto. Considerando os votos válidos ele tem 68%. Crivella aparece com 26% dos votos totais e 32% dos votos válidos. A pesquisa foi feita com uma amostra maior do eleitorado e, por isso, a margem de erro é de apenas dois pontos.

O Ibope, por sua vez, registrou três pesquisas neste período, entre elas uma está prevista para ser divulgada no domingo (29). Uma foi publicada no dia 25 de novembro e mostrava Paes com 53% e Crivella com 28%. Entre os votos válidos, o primeiro tinha 65% das intenções de voto e o segundo, 35%. A outra foi divulgada nesta noite de sábado (28) e mostra Eduardo Paes com 68% dos votos válidos e 54% dos votos totais. Já Crivella tem 32% dos votos válidos e 26% dos votos  totais. A margem de erro das pesquisas é de três pontos percentuais.

O Instituto de Pesquisa GERP registrou duas pesquisas, uma prevista para ser divulgada no dia 26 de novembro e outra para 27 de novembro. No entanto, apenas a do dia 26 foi publicada até o momento. Nela, Paes aparecia com 44% das intenções de voto e Crivella com 28%. Contabilizando-se apenas os votos válidos, Paes apresentava 61% dos votos e Crivella 39%. A margem de erro é de 3,16 pontos percentuais. O levantamento pode ser conferido nesta matéria do Portal R7

Publicada nesta sexta (27), a pesquisa do Atlas Político mostrava Paes com 54,1% dos votos totais e 67,2% dos votos válidos. Já Crivella tinha 26,4% dos votos totais e 32,8% dos votos válidos. A margem de erro é de 3 pontos para mais ou para menos. 

Por fim, o Real Time Big Data protocolou duas pesquisas, uma que foi publicada na sexta (27) e outra neste sábado (28). A primeira foi encomendada pela Record TV e apresentou Paes com 51% da intenções de votos totais e Crivella com 27%. Entre os votos válidos, Paes tinha 65% e Crivella 35%. A segunda foi encomenda da CNN Brasil e apresenta Paes com 68% dos votos válidos e Crivella 32%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, em ambas.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo