A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falsa ‘pesquisa do Datafolha’ em Porto Alegre na véspera do 2º turno

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
29.nov.2020 | 11h02 |

Circula pelas redes sociais uma pesquisa eleitoral que teria sido feita pelo Datafolha em Porto Alegre nos dias 27 e 28 de novembro, pouco antes do 2º turno das eleições municipais. Segundo a publicação, o candidato Sebastião Melo (MDB) estaria na frente, com 54% das intenções de voto, e Manuela D’Ávila (PCdoB) teria 46%. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“DATAFOLHA CONFIRMA MAIS UMA VEZ: PORTO ALEGRE QUER UM GOVERNO PARA TODOS E VOTA 15.
(…)
54% Prefeito Melo; 46% Manuela.”

Texto em post publicado no Facebook que, até as 9h30 de 29 de novembro de 2020, tinha 56 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Em nota publicada pela Folha de S.Paulo, o diretor de pesquisas do Datafolha, Alessandro Janoni, afirmou que o instituto não realizou nenhuma pesquisa eleitoral em Porto Alegre em 2020. No site do Datafolha, a cidade não aparece entre os levantamentos realizados sobre as eleições municipais deste ano. Houve análises apenas para as disputas de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Recife (PE).

O número de identificação da pesquisa que aparece no post verificado pela Lupa, RS 03118/2020, corresponde, na verdade, a um levantamento feito pelo Ibope a pedido do Grupo RBS, e não pelo Datafolha. O resultado foi divulgado em 24 de novembro e mostrou Melo com 54% das intenções de voto, enquanto Manuela D’Ávila tinha 46%. Trata-se, portanto, de uma montagem feita com dados antigos. O levantamento mais recente do Ibope na capital gaúcha, divulgado no sábado (28), apontou Manuela à frente, com 51% da preferência, mas em empate técnico com Melo, que tem 49%.

O conteúdo começou a circular depois que o site da Band publicou, equivocadamente, a pesquisa atribuída ao Datafolha. O próprio veículo corrigiu a informação na noite de sábado. A informação da Band chegou a ser replicada na conta oficial do Instagram de Sebastião Melo. A assessoria do candidato afirmou à Folha que não sabia que o conteúdo era falso, por estar em um site oficial, mas o apagou assim que percebeu o erro. O post falso também foi compartilhado por políticos como o deputado Bibo Nunes (PSL).

Nota: ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo