A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Freepik
Foto: Freepik

#Verificamos: É falso que Israel recomenda gargarejo com limão e bicarbonato para prevenir Covid-19

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
09.dez.2020 | 19h42 |

Circula no WhatsApp um vídeo em que um pastor diz que fazer gargarejo com limão e bicarbonato de sódio ajuda na prevenção ao coronavírus. O homem afirma ainda que essa receita foi amplamente recomendada pelo governo de Israel, o que justificaria os baixos índices de infecção nesse país. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Israel é o único país que teve o menor índice de coronavírus (sic)”
Trecho de vídeo que circula no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Israel tem atualmente 347,1 mil casos confirmados de coronavírus e 2,9 mil mortes provocadas pela Covid-19. O país tem uma população de 9,2 milhões de habitantes. Segundo o site Worldometers, que compila o número de casos e mortes por país a partir de dados fornecidos pelas autoridades nacionais, o país tem o 19º maior número de casos totais por milhão de habitantes, 38 mil, e o 51º maior número de mortes por milhão, 319. Em ambos os casos, os números são piores que a média mundial.


“O coronavírus fica quatro dias alojado na garganta”
Trecho de vídeo que circula no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. De acordo com o médico João Focaccia, professor da Universidade de São Paulo (USP), o novo Coronavírus não fica alojado na garganta. A infecção ocorre pelas vias respiratórias até o pulmão. Ele explica ainda que os vírus só sobrevivem com condições de se replicar dentro das células. 

Recentemente, a Lupa verificou outra peça de desinformação que recomendava às pessoas tomar água a cada 15 minutos para limpar a garganta e mandar o vírus para o estômago. Nesta ocasião, a médica Rafaela da Rosa Ribeiro, pesquisadora do Instituto de Pesquisa Albert Einstein, também explicou que o vírus se replica principalmente nas vias aéreas, locais onde a água não passa


“Os judeus (sic) mandaram essa receita [gargarejo de limão com bicarbonato] para todo cidadão de Israel”
Trecho de vídeo que circula no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Israel não recomenda o gargarejo com água morna, limão e bicarbonato de sódio. No site oficial do governo do país, as orientações dadas ao país seguem aquelas feitas pela Organização Mundial da Saúde (OMS): lavar as mãos com água e sabão, distanciamento social e uso de máscaras. 

No primeiro semestre de 2020, outras versões de peças de desinformação semelhantes a esta circularam pelo mundo. As agências de notícias Reuters e Associated Press, além das agências de checagem Boom Live, da Índia, e FactCheck.org, dos Estados Unidos, também verificaram essas informações. 

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo