Tem certeza que deseja sair da sua conta?
Foto: Alexandre Vidal / CRF
Foto: Alexandre Vidal / CRF

#Verificamos: É falso que CBF desconsiderou acusação de injúria racial feita por Gerson, do Flamengo

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
23.dez.2020 | 11h38 |

Circula nas redes sociais uma captura de tela de uma suposta reportagem do portal GE. O texto diz que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desconsiderou as acusações de racismo feitas pelo meio-campista Gerson, do Flamengo, contra Juan Pablo Ramírez, do Bahia. Em partida válida pelo campeonato brasileiro no último final de semana, o atleta diz ter sido alvo de ofensas racistas por parte do colombiano. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“GloboEsporte.Com

Após leitura labial, CBF desconsidera caso de racismo no jogo de ontem entre Flamengo x Bahia.

Após leitura labial apurada, fica claro que Gerson procura a confusão chamando Ramirez (Meia do Bahia) de ‘gringo de merda’; Ramirez rebate dizendo ‘cala boca, seu puto’

Gerson, por falsa acusação de racismo pode pegar um gancho de 5 a 12 jogos com a camisa do Flamengo, o caso se encontra em mãos pelo STJD e em breve teremos novidades sobre o caso.

Não houve pedido de desculpas do Gerson ao garoto Ramirez pela falsa acusação de racismo”
Texto atribuído ao portal GE em imagem publicada no Facebook que, até às 18h46 de 22 de dezembro de 2020, tinha sido compartilhada por 219 pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A CBF não desconsiderou a acusação feita por Gerson, do Flamengo, contra Juan Pablo Ramírez, do Bahia, no último domingo (20). Por WhatsApp, a assessoria de imprensa da CBF afirmou que a peça de desinformação é absurda e que todo posicionamento oficial da confederação é publicado em seu site. O STJD, por sua vez, afirmou nesta segunda (21) que repudia qualquer tipo de discriminação e informou que aguarda o recebimento da súmula e do vídeo da partida para analisar a acusação.

A imagem circula como se fosse uma captura de tela de uma reportagem do “globoesporte.com”. Contudo, o portal não utiliza este nome atualmente em suas reportagens — em seus textos, o site é referenciado como “GE”. O portal negou que a captura de tela seja de uma reportagem sua e disse que o texto publicado sobre o laudo pericial da ocorrência confirmava a injúria racial por parte de Ramírez.

Rodrigo Dunshee de Abranches, vice-presidente jurídico do Flamengo, publicou nesta terça (22) que o clube encomendou a especialistas do Instituto de Educação de Surdos (INES) análise de leitura labial do momento da discussão entre os jogadores. Segundo Abranches, a avaliação dos profissionais confirma que Ramírez proferiu ofensa racista contra Gerson. 

No último domingo (20), Gerson acusou Ramírez de proferir ofensa de cunho racista durante a partida entre Flamengo e Bahia, no Rio de Janeiro. Enquanto o meia do Flamengo reclamava com o juiz e pedia punição ao adversário, o técnico do Bahia, Mano Menezes, minimizou a situação e acusou o atleta de ser “malandro”. Mano foi demitido, e Ramírez, que nega as acusações, afastado enquanto o caso é investigado.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo