A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que homem confessou ter matado meninos em Belford Roxo em ritual de ‘magia negra’

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
12.jan.2021 | 15h45 |

Circula nas redes sociais a informação de que um homem, capturado por moradores locais, confirmou em depoimento que matou três crianças que estão desaparecidas em Belford Roxo (RJ) desde o dia 27 de dezembro, em um ritual de magia negra. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“MENINOS DESAPARECIDOS EM BELFORD ROXO FORAM MORTOS EM RITUAL DE MAGIA NEGRA. Um homem foi capturado por populares na comunidade do Castelão (sic) em Belford Roxo e confirmou em depoimento à DHBF que matou os meninos para fazer ritual de magia negra”
Texto de post publicado no Facebook que, até as 13h de 12 de janeiro de 2021, tinha mais de 1 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Segundo nota da Polícia Civil do Rio de Janeiro, o homem, encaminhado à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), não tem relação com o desaparecimento dos três meninos em Belford Roxo (RJ). “Após investigação e análise dos fatos, foi descartada a possibilidade. Trata-se de notícia falsa!”, reforça. Além disso, a informação de que as crianças foram assassinadas em um ritual de magia negra não procede. Segundo a Polícia Civil, em nota enviada pela assessoria de comunicação, as investigações continuam e ainda não se sabe o paradeiro dos meninos.

As três crianças, que têm entre 8 e 11 anos, estão desaparecidas desde o dia 27 de dezembro, após saírem para brincar em um campo de futebol, no bairro Castelar, em Belford Roxo (RJ). A Polícia Civil do Rio de Janeiro analisou imagens de mais de 40 câmeras de segurança que poderiam ter registrado o sumiço dos meninos, mas em nenhuma eles apareciam. Além disso, foram realizadas diligências em pelo menos 30 locais na capital e nos municípios de Belford Roxo, Duque de Caxias e Nova Iguaçu, com base em depoimentos e notícias de possíveis regiões em que os meninos teriam sido vistos.

Ao UOL, o delegado Uriel Alcântara, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), disse que, antes de chegar na delegacia, o homem denunciado por moradores foi torturado por traficantes de drogas. Ele reside no mesmo condomínio onde as crianças moram. O RJ1, da TV Globo, mostrou ao vivo nesta terça-feira (12) um protesto de moradores em frente à DHBF contra a afirmação de que o homem levado à delegacia era inocente. Um ônibus chegou a ser incendiado.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo