Tem certeza que deseja sair da sua conta?
Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook

#Verificamos: Fotos de Luciano Huck com deputado federal Daniel Silveira são montagens

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
18.fev.2021 | 15h04 |

Circulam nas redes sociais fotos do apresentador Luciano Huck, da TV Globo, ao lado do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), preso em flagrante ao publicar vídeo com ataques ao STF. Registros de Huck ao lado de personalidades são publicados por internautas todas as vezes que surge algum escândalo ou polêmica com famosos, sugerindo que dá ‘azar’ ser fotografado com o apresentador. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“É MUITA FALTA DE SORTE”
Legenda de post no Facebook que, até as 13h de 18 de fevereiro de 2021, tinha mais de 1,7 mil compartilhamentos

FALSO

A imagem analisada pela Lupa é uma montagem. O rosto do deputado federal Danial Silveira (PSL-RJ) foi inserido de forma grosseira em uma foto do apresentador Luciano Huck ao lado do chef Junior Durski, presidente da rede de restaurantes Madero. O registro é do fotógrafo Gianne Carvalho e foi publicado no site da jornalista Luciana Rangel, em 26 de setembro de 2017. O encontro ocorreu durante a inauguração da centésima unidade da rede, no Rio de Janeiro.

Apesar da montagem, não foram encontradas fotos reais do apresentador ao lado do deputado federal na imprensa.

Fotos reais de Luciano Huck ao lado de personalidades se tornam um “meme”, uma vez que diversas celebridades e políticos com as quais o apresentador tirou fotos passaram por algum tipo de problema em suas carreiras. Tudo começou após internautas afirmarem que Luciano Huck apagou fotos do Instagram ao lado do então senador Aécio Neves (PSDB-MG), em 2017. Na ocasião, o tucano estava envolvido num escândalo de corrupção, após publicação de gravação onde pedia dinheiro à empresa JBS.

O deputado federal Daniel Silveira foi preso em flagrante na terça-feira (16), por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O motivo é a divulgação de um vídeo em que Silveira defende medidas antidemocráticas, como o AI-5, e instiga a adoção de medidas violentas contra ministros do STF. A prisão foi confirmada pelo plenário da corte, na quarta-feira (17), e deve ser votada nesta quinta (18) na Câmara.


“Daniel Silveira não falha um”
Legenda de post no Facebook que, até as 13h de 18 de fevereiro de 2021, tinha mais de 760 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O registro original foi feito durante o Fórum Econômico Mundial 2019, em Davos. Huck aparece ao lado do então ministro da Justiça, Sergio Moro. A publicação foi registrada nos stories do Instagram do apresentador e veiculada em diversas publicações (confira aqui, aqui e aqui).

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo