A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Com ‘No epicentro’, Lupa leva medalha de bronze no Oscar do design mundial

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
01.mar.2021 | 12h24 |

A Agência Lupa foi a única plataforma brasileira a conquistar uma medalha entre os 151 premiados pelos melhores designs de notícias de 2020 na 42ª edição do Best of Digital News Design da Society for News Design (SND), considerado o Oscar do design de notícias no mundo. A Lupa ganhou uma das 102 medalhas de bronze da competição – ao lado de gigantes como The New York Times, Bloomberg, ESPN, The Atlantic e Radio Canada, entre outros – pelo seu projeto de visualização de dados No epicentro (“At the epicenter”). No total, foram 1.764 trabalhos inscritos.

Com a pergunta “e se todos os mortos por Covid-19 fossem seus vizinhos?” em mente, a Lupa, em parceria com o Google News Initiative, desenvolveu a aplicação que coloca o leitor no centro da epidemia, simulando como ficaria sua vizinhança se todos os mortos pela doença se concentrassem ao seu redor.  No site, que chegou a ser reproduzido pelo jornal americano The Washington Post, o usuário é convidado a inserir seu endereço e dar início a uma narrativa que reconta a evolução da Covid-19 no Brasil. 

A banca de 21 juízes escolhidos para avaliar os trabalhos justificou assim a premiação de No epicentro: “No epicentro usou uma narrativa interativa com ênfase no design móvel para criar uma experiência pessoal única. Eles reconheceram que o celular seria a interface principal para isso, o que pode ser difícil para mapas, mas garantiram que você tivesse a experiência completa no celular.

“Esse projeto é um esforço de trabalho em grupo, a partir da percepção de que as mortes para a Covid-19 estavam se transformando em meras estatísticas no Brasil. Desenvolvemos essa narrativa, visual e em storytelling, para tornar a dimensão dessa tragédia compreensível para os brasileiros”, diz Gilberto Scofield Jr., diretor de Negócios e Estratégia da Lupa. 

“Ter o reconhecimento da SND para o nosso trabalho é um orgulho muito grande. No epicentro foi um projeto muito desafiador para a Lupa, nos tirou da zona de conforto e abriu novos horizontes para nossas frentes de atuação. Esse prêmio confirma nossa crença em ampliar os formatos de comunicação com a audiência quando falamos de combate à desinformação. É isso que fazemos e continuaremos fazendo na Lupa”, diz Natalia Leal, diretora de Conteúdo da Lupa e gerente do projeto.

Este ano, os juízes analisaram 1.764 inscrições em sete categorias durante três dias de julgamento remoto. O concurso homenageia a excelência jornalística, visual e técnica pelos trabalhos produzidos em 2020. Foram distribuídas 12 medalhas de ouro, 37 de prata e 102 de bronze, além de 551 certificados de excelência. O recordista de medalhas foi o jornal americano The New York Times, com 52. Os projetos medalhistas com detalhes você encontra aqui.

No Epicentro  faz com que os números frios sejam pessoais e próximos, dando uma dimensão humana à tragédia”, explicou Alberto Cairo, um dos maiores profissionais de visualização de dados do mundo, que coordenou o trabalho. Da concepção ao produto final, No epicentro demorou cerca de dois meses para ficar pronto. Além de Cairo, três profissionais especializados em jornalismo e narrativas visuais com dados trabalharam no desenvolvimento do produto: o designer Vinicius Sueiro, o jornalista-programador Rodrigo Menegat e o desenvolvedor Tiago Maranhão. 

A lista completa dos premiados você encontra aqui. E o site oficial do Society for News Design está aqui.

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo