A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que Petrobras cortou todos os patrocínios para teatro e cinema

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
01.mar.2021 | 20h00 |

Circula pelas redes sociais que a Petrobras teria cortado todos os patrocínios para teatro e cinema no fim de fevereiro. Segundo o texto compartilhado no Facebook, a estatal pretende focar apenas em ações para a educação infantil. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Urgente! Petrobras corta todos os patrocínios para teatro e cinema e vai focar em educação infantil. Os artistas não vão dormir hoje”
Texto em imagem que, até as 14h do dia 1º de março de 2021, tinha sido compartilhado por 200 pessoas no Facebook 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A assessoria de imprensa da Petrobras afirmou que a estatal mantém patrocínios culturais para teatros e cinemas. A Orquestra Petrobras Sinfônica, o Museu de Arte Moderna (MAM), a Sala Cecília Meirelles e o Theatro Municipal do Rio são algumas das iniciativas e instituições que recebem o apoio da empresa. Em seu site, a Petrobras divulga um balanço dos projetos patrocinados.

O texto analisado pela Lupa afirma que a empresa teria cortado o patrocínio cultural para focar em projetos para a primeira infância. Em 2019, a Petrobras lançou uma iniciativa voltada para essa área. “A iniciativa da Petrobras envolve instituições públicas e privadas que já estão presentes na Primeira Infância. Ao invés de criar um novo programa, a companhia vai investir na melhoria da qualidade do ensino na pré-escola, no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e nas OSCs (Organizações da Sociedade Civil)”, afirma release divulgado pela empresa na época. Contudo, essa nova iniciativa não significa que a Petrobras tenha parado de patrocinar todos os projetos voltados para teatros e cinemas.

No dia 19 de fevereiro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou que trocaria o atual presidente da estatal, o economista Roberto Castello Branco, pelo general Joaquim Silva e Luna. Desde então, boatos envolvendo o nome da empresa vêm sendo compartilhados nas redes sociais. No dia 23 de fevereiro, por exemplo, a Lupa desmentiu um áudio que afirmava que a Petrobras teria demitido 300 funcionários ligados ao ex-ministro José Dirceu.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Marcela Duarte

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo