A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

 Foto: Alex Costa Maciel / Wikimedia Commons
Foto: Alex Costa Maciel / Wikimedia Commons

#Verificamos: É falso que Aparecida teve surto de Covid-19 após Páscoa

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
08.abr.2021 | 20h45 |

Circula pelo WhatsApp que o Santuário Nacional de Aparecida estaria passando por um surto de Covid-19. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Irmãos estamos passando para todos os grupos este pedido urgente dos Padres de Aparecida. PAZ e BEM Queridos amigos, gostaríamos de pedir orações de vocês pelos padres e religiosos Redentoristas que estão passando por um surto de COVID-19”
Texto de imagem que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Não há registro de um surto de Covid-19 entre religiosos de Aparecida (SP). O texto compartilhado nas redes sociais atualmente já circulava em dezembro de 2020, segundo a assessoria de imprensa do Santuário Nacional de Aparecida. Não havia surto de Covid-19 no Santuário nem na época, e nem agora.

Segundo a assessoria de imprensa do Santuário, não houve nenhuma morte por Covid-19 entre seus religiosos. “Alguns casos isolados de suspeita e posterior confirmação foram tratados com a atenção dentro dos protocolos de saúde, inclusive com o cumprimento do isolamento social”, diz nota enviada pela assessoria.

O boato compartilhado no WhatsApp circula pelas redes sociais desde o ano passado. Em dezembro, a A12, órgão de comunicação da Igreja Católica, desmentiu o conteúdo falso no seu perfil do Facebook. Eles disseram que houve casos isolados de Covid-19, mas que não era um “número significativo de religiosos infectados”. 

Essa informação voltou a ser compartilhada nesta semana. Em 3 de abril, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes Marques permitiu, em caráter liminar, a realização de cultos religiosos mesmo em localidades sob decreto de isolamento social. Nesta quinta-feira (8), a decisão foi revertida pelo plenário da corte por nove votos a dois.

O site Boatos.org publicou checagem similar.


“E hoje o Pe Frason desmaiou na missa das 7h e foi internado”
Texto de imagem que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é antiga e não tem relação com a pandemia de Covid-19. Segundo a assessoria do Santuário Nacional de Aparecida, no dia 24 de novembro de 2020, o padre Antônio Agostinho Frasson sentiu uma “indisposição” durante a celebração de uma missa, “causada por um quadro de hipoglicemia”. Ele foi encaminhado ao posto médico do próprio santuário e já estava trabalhando normalmente no final do dia.


“Recebemos uma mensagem que o Padre Carlos Arthur está em estado gravíssimo na UTI”
Texto de imagem que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é antiga e não tem relação com a pandemia de Covid-19. O padre Carlos Artur Annunciação morreu em 25 de novembro de 2020 de pneumonia, em Guaratinguetá (SP). Segundo a assessoria de imprensa do Santuário, apesar dos problemas respiratórios, o padre não contraiu Covid-19, segundo exames realizados na época. Ele tinha 73 anos, e dedicava-se ao Santuário desde 1990.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo