Tem certeza que deseja sair da sua conta?
Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook

#Verificamos: Padre Marcelo Rossi não gravou áudio com apologia a golpe militar

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
16.abr.2021 | 13h45 |

Circula no Whatsapp um arquivo de áudio no qual um homem faz uma “reflexão política”. Ele afirma que o país está “mergulhado numa crise moral, financeira e política”. O autor da gravação defende que se os partidos “que estão apoiando os direitos humanos” retornarem à presidência,  “vai ser muito fácil a população começar a exigir uma intervenção militar”. As mensagens que acompanham o áudio atribuem sua autoria ao padre Marcelo Rossi.  Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

 

“A grande preocupação agora são essas eleições. Se sobe um partido como eles [partidos de esquerda], a crise que nós estamos vivendo vai ser tão séria que a gente termine até em uma revolução. Porque vai ser muito fácil as pessoas do centro-oeste, sul e sudeste não aceitarem este governo. Vai ser muito fácil nós começarmos a ver manifestações políticas sérias, vai ser muito fácil a população começar a exigir uma intervenção militar”

Trecho de áudio atribuído a padre Marcelo Rossi que circula no Whatsapp 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O áudio não é do padre Marcelo. Em uma transmissão ao vivo, feita em sua página oficial no Facebook, ele disse que não tem WhatsApp e que “padre Marcelo não se mete em política”. O padre classificou as declarações do áudio como “absurdas” e pediu aos seus seguidores que descobrissem quem foi o autor da gravação, para que pudesse orar por ele. “Essa pessoa não pode fazer o que ela fez, isso é muito chato”, disse. 

Este mesmo áudio circulou em setembro de 2018, período próximo às últimas eleições presidenciais. Na época, o site Fato ou Fake verificou esse conteúdo e descobriu que as declarações foram feitas pelo apóstolo Rina, da igreja Bola de Neve. O pastor declarou ao portal que as falas foram realizadas durante um curso que ele ministrava e que não tinha interesse que seu conteúdo fosse disseminado pelas redes. 

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo