A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É golpe ‘pesquisa da Coca-Cola’ que está sendo compartilhada no WhatsApp

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.abr.2021 | 18h47 |

Circula por grupos de WhatsApp um link para uma pesquisa em nome da Coca-Cola. A ação seria em celebração ao 20º aniversário da marca. Ao clicar no endereço, o usuário é levado a uma página onde estão descritas as informações de que foi selecionado para participar da promoção e que quem responder ao questionário receberá recompensas. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Parabéns! Coca Cola Celebração do 20º aniversário!

Parabéns!

Hoje, 20  abril, 2021, Você tem muita sorte de ser selecionado para nossa pesquisa. Em apenas um minuto, você receberá um prêmio maravilhoso!

Preparamos algumas recompensas para quem participa da pesquisa. (…)”

Conteúdo que circula em grupos de WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A Coca-Cola não está distribuindo recompensas para quem participar de pesquisa em celebração ao 20º aniversário da marca. Essa ação não consta em nenhuma das páginas oficiais, como Coca-Cola Brasil e Coca-Cola Company. A empresa tampouco está celebrando 20 anos. Na verdade, o refrigerante foi inventado em 1886 e a organização foi fundada em 1892, ou seja, há 129 anos — e não há 20. No Brasil, a fabricante de bebidas tem sede desde 1941Em nota, a assessoria de imprensa da marca afirmou que a pesquisa é falsa. Também informou que “não reconhece qualquer site que estimule os usuários a responderem perguntas sobre a companhia ou a informarem dados pessoais”.

O conteúdo induz o usuário a cair em um golpe de phishing, termo em inglês para uma prática criminosa que tem o objetivo de roubar informações sigilosas, como dados bancários e senhas de perfis em redes sociais. 

O primeiro indício de fraude está no link compartilhado em correntes de WhatsApp. Embora a página para a qual os usuários são direcionados tenha no topo o logotipo da Coca, o endereço do site difere das páginas oficiais da empresa. O link que hospeda a suposta pesquisa está hospedado na China, e não pertence à produtora de bebidas. Os sites oficiais da empresa são www.coca-colacompany.com, nos Estados Unidos, e www.cocacolabrasil.com.br, no Brasil.

Ao participar da suposta pesquisa, na qual os erros de português chamam atenção, o internauta é direcionado para outra página onde aparecem 12 ícones de caixas de presente. Para receber a recompensa pela participação, a vítima deve clicar nessas caixas e terá até três tentativas para “ganhar o sorteio”. Independentemente da ordem das caixas que clicar, a pessoa será sempre “premiada” com o valor de R$ 1 mil. Esse mesmo “jogo” foi utilizado em outro golpe recente, que usava indevidamente o nome do Magazine Luiza

Na sequência, o site dá instruções para que o usuário compartilhe o link em pelo menos cinco grupos ou com 20 usuários do WhatsApp. Depois dessa etapa, a vítima deve ainda fazer um registro e instalar um aplicativo. Esse aplicativo não é confiável, e pode causar danos ao seu smartphone ou computador.

Desde o início do ano, a Lupa já desmentiu promoções e pesquisas falsas em nome de marcas como Renner, Adidas, Shopee, Magazine Luiza, Carrefour e até do Ministério da Saúde e do governo federal. A Polícia Federal orienta que internautas não cliquem em links enviados pelo WhatsApp e que sempre procurem os canais oficiais para se certificar de promoções e ofertas.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo