A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

como utilizar a urna eletrônica
como utilizar a urna eletrônica

#Verificamos: É falso que Paraná Pesquisas mostra ‘vitória de Bolsonaro em todos os estados’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
22.abr.2021 | 19h24 |

Circula pelas redes sociais uma suposta pesquisa que mostra a vitória do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em todos os estados na eleição de 2022. Segundo a publicação, o levantamento foi feito pelo Paraná Pesquisas e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O texto indica porcentuais de liderança de Bolsonaro que iriam de 54,55%, no Mato Grosso do Sul, até 82,41%, em Santa Catarina. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Pesquisa realizada hoje!
Paraná pesquisas registrado no TSE:
BOLSONARO VENCE hoje em todos os ESTADOS, porque o povo quer que ele continue!

Acre: Bolsonaro 74,18 %

Alagoas:Bolsonaro 58,36%

Amapá: Bolsonaro 72,29%

(…)

Santa Catarina: Bolsonaro 82,41%

São Paulo: Bolsonaro 71,47%

Sergipe: Bolsonaro 61,13%

Tocantins: Bolsonaro 61,23%”

Trecho de texto publicado no Facebook que, até as 18h30 de 22 de abril de 2021, tinha 230 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Em nota enviada por e-mail, o Paraná Pesquisas afirmou que não fez o levantamento que mostra a liderança de Bolsonaro em todos os estados. “Nós não realizamos essa pesquisa, é falsa”, diz o texto. Uma busca no Google mostra que não há nenhum outro instituto que tenha feito uma sondagem com os resultados que aparecem no post que circula pelas redes sociais. Embora diga que a pesquisa foi feita “hoje”, a mensagem circula pelo Facebook pelo menos desde maio de 2020. Além disso, não há nenhum levantamento registrado no TSE relativo às eleições de 2022, porque isso só se torna uma exigência durante a campanha. 

O texto é uma versão adaptada de outro levantamento falso, desmentido pela Lupa em 2018. Foi trocada a frase “O Bolsonaro vence em todos estados, isto significa que: o povo agora quer uma renovação total no Brasil” por “BOLSONARO VENCE hoje em todos os ESTADOS, porque o povo quer que ele continue!”. Também foram alterados os porcentuais que mostrariam a liderança do político na disputa. Houve substituição nos porcentuais do Acre (64,18% por 74,18%), Alagoas (48,36% por 58,36%), Amazonas (56,18% por 66,18%), Ceará (57,46% por 67,46%), Maranhão (68,90% para 61,90%), Pará (49,67% para 59,67%), Paraná (47,88% para 67,88%), Roraima (50,43% para 60,43%) e Tocantins (51,23% para 61,23%). Na versão antiga, Sergipe não era citado e hoje aparece com 61,13%. Os outros 16 estados e o Distrito Federal têm exatamente os mesmos porcentuais nos dois textos.

Essa não é a única pesquisa falsa que circula nas redes sociais atualmente. Nesta segunda-feira (19), a Lupa verificou um conteúdo de 2018 que voltou a circular nas redes sociais sobre uma suposta pesquisa que mostraria Bolsonaro vencendo no primeiro turno.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo