A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que epidemiologista Luana Araújo mentiu na CPI sobre formação acadêmica no exterior

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
08.jun.2021 | 19h58 |

Circula por grupos de WhatsApp que a médica Luana Araújo, infectologista que depôs no dia 2 de junho na CPI da Covid, mentiu sobre sua formação acadêmica. De acordo com a mensagem, a pós-graduação da médica nos Estados Unidos seria um “curso livre” de apenas 4 créditos. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Segundo o que o @FullOpressor apurou, a ‘pós-graduação’ no exterior da ‘especialista’ Luana é um curso livre de 4 créditos, que nem precisa ser médico para se matricular”
Print de um post no Twitter que circula em grupos de WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A infectologista brasileira Luana Araújo cursou o mestrado em Saúde Pública na Bloomberg School of Public Health da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, entre 2019 e 2020. Diferentemente do que sugere o conteúdo, esse curso não é livre e não tem apenas quatro créditos e, sim, 80 créditos. Embora não seja apenas para médicos (o conceito de saúde pública envolve também a gestão das necessidades sociais de saúde e não é, desse modo, um campo de atuação exclusivo de pessoas formadas em medicina), esse programa de mestrado admite apenas estudantes que tenham pelo menos dois anos de experiência profissional, além de graduação em alguma área relacionada à saúde. O processo seletivo, portanto, não é livre. Estudantes devem também ter um histórico acadêmico com notas altas e cartas de recomendação, entre outras exigências.

Além de ter sido admitida no mestrado, Luana recebeu a Bolsa Sommer (Hopkins Sommer Scholars Program), programa que leva o nome do epidemiologista norte-americano Alfred Sommer e que reconhece estudantes com excelência acadêmica. A brasileira foi uma das 11 pessoas contempladas com a bolsa (página 19) entre os alunos que se graduaram em maio de 2020 na Johns Hopkins. 

Vale pontuar que o curso indicado no link do Twitter, e que depois viralizou em grupos de WhatsApp, não corresponde ao que foi feito por Luana Araújo. Trata-se de uma formação de 2017 e 2018, também da Universidade Johns Hopkins, mas sobre os princípios e ferramentas de liderança estratégica para a transformação do sistema de saúde em países em desenvolvimento. Esse curso não aparece no currículo da infectologista.

A Lupa tentou entrar em contato com Luana Araújo por e-mail e não recebeu nenhuma resposta até o fechamento desta reportagem. 

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo