A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que o Washington Post noticiou motociata de Bolsonaro como a ‘maior do planeta’

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
14.jun.2021 | 17h54 |

Circula pelas redes sociais uma suposta reprodução da capa do jornal norte-americano The Washington Post. Nessa reprodução, a manchete seria a ‘motociata’ realizada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último sábado (12) como “o maior tour de motos do planeta”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Bolsonaro leads the biggest motorcycle tour on the planet [Bolsonaro lidera o maior tour de motocicleta do planeta]”
Título de suposta reportagem do The Washington Post em imagem que circula no Facebook que, até as 13h30 de 14 de junho de 2021, tinha sido compartilhado 119 vezes

FALSO

A imagem analisada pela Lupa é falsa. O The Washington Post não publicou em sua capa nenhuma matéria sobre o ato realizado por Jair Bolsonaro em São Paulo no último sábado (12). A capa que circula nas redes sociais foi digitalmente adulterada para incluir a foto e o título, digitado em uma fonte que não se adequa aos padrões do jornal norte-americano.

Embora não tenha publicado a informação em sua capa, o jornal publicou reportagem da Associated Press, uma das maiores agências de notícias do mundo, sobre a “motociata”. O texto, intitulado “Bolsonaro fined for flouting mask order at motorcycle rally” (Bolsonaro multado por desobedecer regras sobre uso de máscara em evento motociclístico, em tradução livre), diz que o presidente brasileiro foi multado por violar as restrições locais ao não usar máscara — desde o ano passado, quem não usar a peça em locais públicos no estado de São Paulo está sujeito a multa de R$ 551.

O texto também menciona que menos de 12% da população brasileira até agora recebeu ambas as doses da vacina contra a Covid-19, e que especialistas afirmam que as máscaras só podem ser abandonadas depois que a maioria da população for vacinada. Em nenhum momento o conteúdo cita o passeio de moto como um dos maiores do mundo. 

No domingo (13), um dia depois do evento que reuniu cerca de 12 mil motos na capital paulista, a manchete do periódico norte-americano era “With normal life in reach, grief over the what could have been” (Com vida normal ao alcance, luto pelo que poderia ter sido, em tradução livre). Não há nenhuma menção ao Brasil nas outras chamadas. Tampouco nesta segunda-feira (14) há qualquer menção ao ato liderado pelo chefe do Executivo brasileiro. 

A imagem que vem sendo compartilhada como se fosse real é, na verdade, a reprodução de uma capa do jornal que foi digitalmente adulterada. Ao aproximar o arquivo, nota-se que a data (logo abaixo do nome do jornal, ao centro) é de 5 de agosto de 2013. Numa análise em ferramentas de foto forensics, que ajudam a identificar se uma foto foi manipulada, é possível notar indícios (em vermelho) de que a imagem foi alterada nos trechos onde estão o título “Bolsonaro leads the biggest motorcycle tour on the planet” e a foto do presidente durante a “motociata”.

Além disso, o título localizado à esquerda da suposta capa, “Jeff Bezzos – Chief executive is noted for patience” (Jeff Bezzos – CEO é conhecido pela paciência), corresponde a uma reportagem publicada no dia 5 de agosto de 2013 sobre o empresário fundador da Amazon que, naquela ocasião, tinha acabado de comprar o The Washington Post.

Como mostrado pela Lupa, também não é verdade que o ato do dia 12 de junho entrou para o Livro Guinness dos Recordes como o maior evento do gênero do mundo. O passeio reuniu cerca de 12 mil, e não 1,3 milhão, de motocicletas.

Esse conteúdo também foi verificado pelo Boatos.org.  

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo