A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Golpistas usam o nome do Mercado Livre para roubar dados no WhatsApp

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
17.jun.2021 | 17h26 |

Circula pelas redes sociais que o Mercado Livre estaria distribuindo presentes em comemoração ao 20º aniversário da marca. Para ganhar, o usuário precisaria entrar em um site e responder um questionário. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:



“Parabéns! Comemoração do 20º aniversário do Mercado Libre! Por meio do questionário, você terá a chance de ganhar um presente do Mercado Libre. Restam 78 presentes”

Texto de imagem que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa e estimula o usuário a cair em um golpe. A assessoria de imprensa do Mercado Livre informou que o sorteio mencionado na página é uma “publicidade enganosa” e que uma equipe da empresa já está averiguando o caso. A assessoria lembrou ainda que o Mercado Livre usa apenas os canais verificados para entrar em contato com compradores e vendedores (veja aqui, aqui e aqui).

A página indica que o “presente” seria em comemoração de 20 anos do “Mercado Libre”. Além de errar o nome da empresa no Brasil (em países de língua espanhola, o nome do site é Mercado Libre), o golpe ainda engana ao afirmar que a empresa estaria fazendo 20 anos em 2021. Na verdade, a companhia foi fundada em setembro de 1999, na Argentina, e, portanto, completou 20 anos em 2019. 

Ao acessar o site, o usuário é induzido a fornecer informações aos golpistas, o que pode resultar no roubo de dados para uso indevido. Esse modelo de golpe é comum, e o nome de diversas outras empresas foi indevidamente usado como isca, como as Lojas Americanas, a Coca-Cola e a Petrobras.

Ao receber ofertas de marcas conhecidas no WhatsApp, evite clicar ou compartilhar o link. Antes disso, verifique se a oferta aparece nos canais oficiais de comunicação das marcas, como o site oficial ou seus perfis verificados em redes sociais.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo