A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Em vídeo viral, manifestantes protestam contra governador do Ceará, e não Bolsonaro

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
17.jun.2021 | 15h20 |

Circula pelas redes sociais um vídeo de pessoas aglomeradas em frente a um palco. O texto que acompanha a gravação diz que essas pessoas gritaram “fora, assassino” para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Tianguá, no Ceará. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Bolsonaro em Tianguá – CE é chamado de assassino”
Texto que circula junto com vídeo no WhatsApp

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa não mostra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sendo chamado de assassino por manifestantes. Na verdade, a gravação exibe defensores do presidente aglomeradas gritando “fora, Camilo”, em protesto contra o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), que faz oposição ao presidente. Esse fato foi noticiado por veículos de comunicação do estado, como o jornal O Povo.

Em fevereiro, Bolsonaro esteve no município de Tianguá (CE) para a assinatura da retomada e vistoria de obras viárias da região. Na ocasião, ele discursou para apoiadores, causando aglomeração. Na época, a realização do evento foi criticado pelo governador, uma vez que, na mesma época, o número de casos de Covid-19 estava em forte alta. “Tenho todo respeito à autoridade, mas não posso compactuar com aquilo que considero um grave equívoco”, disse. Camilo não participou da solenidade.

Não foi possível localizar registros que mostram que Bolsonaro foi chamado de “assassino” durante sua visita ao Ceará, em fevereiro. Contudo, isso já aconteceu em outros episódios. Em abril de 2020, por exemplo, pessoas gritaram “assassino”, “fora Bolsonaro” e “pilantra safado” quando viram o presidente em uma padaria em Brasília. 

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo