A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Não é montagem foto de manifestação contra Bolsonaro que mostra morro ‘atrás da Igreja da Candelária’ 

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
22.jun.2021 | 20h00 |

Circula pelas redes sociais a imagem de um tuíte da deputada federal e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, com uma foto do protesto contra o presidente Jair Bolsonaro que ocorreu no Rio de Janeiro no último sábado (19). A cena mostra os manifestantes atrás da Igreja de Nossa Senhora da Candelária, no centro da capital fluminense, com um morro ao fundo. Segundo a legenda que acompanha a publicação, isso demonstraria tratar-se de uma montagem, já que não haveria um morro “atrás da Candelária”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

 

“Montagem do PT, atrás da igreja da Candelária não tem morro…”

Legenda de imagem publicada em post no Facebook que, até as 19h de 22 de junho de 2021, tinha 8 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A imagem que circula pelas redes sociais não é uma montagem. A cena da manifestação contra Bolsonaro no Rio de Janeiro foi registrada pelo fotógrafo André Mantelli, no último sábado (19), com uma teleobjetiva, uma lente de longo alcance usada em câmeras profissionais. O acessório comprime a perspectiva, ou seja, aproxima o que está distante. O morro da foto está, na verdade, na frente da igreja, mas em Niterói, do outro lado da baía da Guanabara – só parece estar próximo por causa do efeito produzido pelo uso da lente. 

A pedido da Lupa, Mantelli enviou o arquivo original da imagem para que pudessem ser verificados os metadados gravados pela câmera no momento da captura. A presença dos dados detalhados no chamado arquivo EXIF, salvo automaticamente pelo aparelho dentro da foto, comprovam que não houve manipulação – quando há uso de softwares de edição digital, essas informações acabam alteradas. Estão listados o equipamento que o fotógrafo usou – uma Canon EOS 5D Mark III –, a data, a hora do clique segundo o relógio da câmera, a opção pelo foco manual, a sensibilidade (ISO) e a abertura da lente. “Não aparece a lente porque usei uma Nikkor adaptada para Canon. Daí ela só funciona manualmente e não identifica”, explicou, pelo WhatsApp.

Ao ver as acusações de que se tratava de uma montagem, Mantelli explicou como fez a foto em uma thread no seu perfil no Twitter. Ele usou uma teleobjetiva de 300 milímetros e registrou o clique posicionado sobre o viaduto São Sebastião, que cruza a avenida Presidente Vargas e passa atrás do monumento a Zumbi dos Palmares. Quando se dá um zoom na imagem registrada em julho de 2019 pelo Google Street View no mesmo local, é possível enxergar o morro ao fundo

Uma outra foto, disponível no acervo da empresa Getty Images, também traz na composição o morro localizado em Niterói e a Igreja da Candelária. O registro, de 24 de novembro de 2019, foi tirado num ângulo semelhante ao do protesto, durante a comemoração do título de campeão da Libertadores por torcedores do Flamengo.

A deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) de fato escreveu o tuíte com a foto de Mantelli reproduzido no post verificado pela Lupa, mas depois apagou. A assessoria de imprensa da parlamentar explicou, pelo WhatsApp, que a imagem foi vista nas redes sociais de outros parlamentares e republicada. “Quando fomos alertados de que poderia não ser real, nós apagamos. Mas não temos certeza. Fizemos por precaução”, disse.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo