Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: Dilma não disse que a segunda dose da vacina deveria ser aplicada primeiro

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
05.jul.2021 | 13h56 |

Circula pelas redes sociais que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) teria dito que, já que a segunda dose da vacina contra a Covid-19 é a que garante a imunização, ela deveria ser aplicada primeiro. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação:

“Se a segunda dose da vacina é a que garante a imunização, então deveriam dar a segunda dose primeiro”
Frase atribuída a ex-presidente Dilma Rousseff que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Não foi possível localizar registros que comprovem que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) tenha dito a frase sinalizada na imagem. Analisamos as redes sociais da petista (aqui, aqui e aqui) e também reportagens divulgadas pela mídia, mas a fala não foi encontrada. A assessoria de imprensa de Dilma também negou a autoria do texto.

Essa não é a primeira vez que frases falsas de Dilma sobre a pandemia circulam na internet. Em outubro do ano passado, por exemplo, foi dito que a ex-presidente disse: “Se o vírus veio da China e funciona, por que a vacina não funcionaria?”. Em setembro, ela foi acusada de sugerir um “rodízio” entre professores e alunos na volta às aulas. Nos dois casos, a Lupa desmentiu essas informações (aqui e aqui).

Esse conteúdo também foi checado pela agência de notícias AFP e pelo Aos Fatos.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo