Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É antiga imagem que mostra Raúl Castro desembarcando de avião

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
15.jul.2021 | 14h58 |

Circula pelas redes sociais uma imagem que mostra o ex-presidente de Cuba Raúl Castro desembarcando de um avião. A legenda que acompanha a fotografia afirma que o político teria fugido para a Venezuela após manifestações que aconteceram em Cuba no último domingo (11). Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“BREAKING – Cuba: O ex-presidente Raúl Castro foge para a Venezuela, chegou a Caracas por volta das 23h37 de hoje, domingo, 11 de julho de 2021, quando protestos antigovernamentais massivos eclodiram contra o regime socialista”
Texto em imagem publicada no WhatsApp

FALSO

A imagem analisada pela Lupa é antiga e não mostra o ex-presidente cubano Raúl Castro fugindo para a Venezuela após os últimos protestos realizados em Cuba. Na realidade, a fotografia foi tirada em janeiro de 2015, quando Castro foi para a Costa Rica participar da 3ª Celac (3ª Cúpula dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos). Outros registros do desembarque do político podem ser encontrados no Twitter oficial do Ministério das Relações Exteriores de Cuba

Também é falso que Castro tenha fugido para a Venezuela. Aposentado desde abril, o ex-presidente reuniu-se com o gabinete político do Partido Comunista Cubano (PCC) na última terça-feira (13) para conversar sobre os rumos do país. “Durante o encontro, foram analisadas as provocações orquestradas por elementos contra revolucionários, organizados e financiados pelos Estados Unidos com fins desestabilizadores”, disse o jornal Granma, órgão informativo do partido.

No domingo (11), manifestantes cubanos foram às ruas contra o governo de Miguel Díaz-Canel. Esse é o maior protesto recente realizado no país, tendo alcançado 20 vilarejos e cidades do território. Na ocasião, o presidente falou que pessoas a favor do governo também deveriam ir para as ruas para confrontar os manifestantes. 

Essa informação falsa circulou pela Espanha e foi verificada pela plataforma de checagem Maldita.es. No Brasil, o Aos Fatos também checou a informação. 

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo