Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falso que vacinas contra a Covid-19 tenham óxido de grafeno em sua composição

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
15.jul.2021 | 16h07 |

Circula pelas redes sociais que um estudo científico da Universidade de Almeria, na Espanha, descobriu que as vacinas contra a Covid-19 teriam em sua composição óxido de grafeno. Essa substância seria a responsável por transformar a pessoa vacinada em um condutor, que poderia atrair objetos e ligar o Bluetooth. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Foi descoberto óxido de grafeno nas vacinas, o que torna o vacinado uma espécie de condutor”
Título de texto compartilhado pelo site Stylo Urbano

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O texto do site é baseado em um vídeo feito por Ricardo Delgado Martín, fundador do site espanhol de teorias da conspiração La Quinta Columna. O vídeo diz, sem nenhuma evidência científica, que as vacinas, as máscaras e os testes de Covid-19 teriam nanopartículas de óxido de grafeno. Contudo, as bulas das vacinas contra a Covid-19, disponíveis para consulta no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mostram que esse composto químico não está presente nas doses. 

O óxido de grafeno é uma forma oxidada do grafeno, forma cristalina no carbono. Uma das características deste material é sua condutividade térmica e elétrica. No Brasil, ele também já foi utilizado em pesquisas para criar tratamentos contra doenças como Alzheimer, Parkinson e tumores cerebrais.

Além disso, o homem no vídeo levanta ainda outras informações falsas já desmentidas. Ele diz, por exemplo, que o grafeno seria o causador da Covid-19. Contudo, pesquisas já comprovaram que a doença é o resultado de uma infecção pelo vírus Sars-CoV-2, identificado pela primeira vez na China. 


A Universidade de Almeria confirmou a validade dos resultados do Dr. Ricardo Delgado [que mostra que óxido de grafeno nas vacinas]”
Texto compartilhado pelo site Stylo Urbano

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Em sua conta oficial do Twitter, a Universidade de Almeria informou que não produziu nenhum um estudo científico que mostre que as vacinas contra a Covid-19 teriam óxido de grafeno em sua composição. A entidade está estudando a possibilidade de tomar medidas legais contra as pessoas responsáveis por esse conteúdo falso. “A Universidade de Almeria, como instituição acadêmica, apóia perfeitamente as vacinas como instrumento científico inquestionável de combate às doenças”, completou. 

Essa informação circulou fora do Brasil e foi desmentida por plataformas de checagem como Maldita.es.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés e Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo