A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vídeo que viralizou no Twitter não mostra manifestação recente em Cuba  

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
16.jul.2021 | 17h45 |

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra pessoas em uma manifestação. A legenda da gravação afirma que o registro teria sido feito em Cuba no último domingo (11), durante protestos realizado pela população contra o governo da ilha. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

A População reagindo contra a Ditadura Cubana. Mas segundo o #LulaLadrao e sua corja é só uma Passeata #CubaLibre #CubaSOS”
Legenda de vídeo publicado no Twitter que, até as 17h30 do dia 16 de julho de 2021, tinha sido retuitado por 160 pessoas

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa é antigo e não tem nenhuma relação com as manifestações que aconteceram no último domingo (11) em Cuba. Ferramentas de busca reversa, como o Bing, indicam que o vídeo circula pelas redes sociais desde outubro de 2019. Naquela época, usuários e sites indicaram que a gravação estaria mostrando um protesto no Haiti. No mesmo mês, haitianos foram às ruas protestar contra o então presidente Jovenel Moïse — que foi assassinado no último dia 7.

Embora não seja possível confirmar se, de fato, o vídeo foi gravado no Haiti, uma das versões que circulava em outubro de 2019 mostrava outra cena na sequência. Nela, é possível ver o portal de entrada da cidade de Fort Liberté, no nordeste do país, assim como um caixão com o nome de Moïse. 

Em novembro de 2019, o vídeo também foi utilizado para ilustrar uma manifestação na Guiné. Já em fevereiro de 2021, o vídeo voltou a ser compartilhado com a informação de que seria um protesto no Haiti, realizado naquele dia — essa última informação certamente não é verdadeira.

Cuba

No domingo (11), manifestantes cubanos foram às ruas contra o governo de Miguel Díaz-Canel. Esse é o maior protesto realizado no país desde a Revolução Cubana, concluída em 1959, tendo alcançado 20 vilarejos e cidades. Na ocasião, o presidente falou que pessoas a favor do governo também deveriam ir para as ruas para confrontar os manifestantes. 

Esse não é o primeiro boato que a Lupa verificou sobre esse assunto. Na quinta-feira (15), circulou pelas redes sociais que o ex-presidente de Cuba Raúl Castro teria fugido para a Venezuela. Contudo, essa informação é falsa e a foto que mostra o político descendo de um avião é antiga.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo