A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É antiga foto em que sonda utilizada por Bolsonaro parece ‘fora do nariz’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.jul.2021 | 16h44 |

Circula pelas redes sociais uma foto em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aparece sobre uma maca com uma sonda presa ao nariz. Na mesma imagem, um internauta questiona a posição da sonda, que supostamente estaria “sobre o nariz, e não dentro dele”, sugerindo que a internação recente do mandatário poderia ser uma encenação. Bolsonaro passou quatro dias internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, por obstrução intestinal, e teve alta no último domingo (18). Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Aos meu colegas de enfermagem já viram uma sonda instalada sobre o nariz, e não dentro dele …..???? Então a primeira vez que vejo !!!!!
O PIOR É QUE TEM GENTE QUE ACREDITA!!!”
Texto em imagem que, até 14h do dia 20 de julho de 2021, havia sido visualizada por mais de 270 mil usuários no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A foto, que voltou a circular pelas redes sociais em meio a uma nova internação do presidente na última semana, foi tirada, em 2019. Na época, o presidente Jair Bolsonaro estava internado para uma cirurgia ligada à facada que recebeu durante a campanha eleitoral de 2018. Além disso, outra imagem, publicada na véspera, mostra a sonda devidamente introduzida no nariz do presidente.

A foto questionada por internautas foi publicada na conta de Instagram do próprio presidente em 8 de fevereiro de 2019. À época, Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal no Hospital Albert Einstein, na capital paulista, em decorrência da facada sofrida em Juiz de Fora (MG) durante a campanha eleitoral de 2018.

Na legenda da foto, o presidente comemorava ter voltado a comer. “Ontem pela noite um caldo de carne e hoje uma boa gelatina”, escreveu. Dias antes, em 2 de fevereiro de 2019, o boletim médico havia informado a necessidade de introduzir uma sonda nasogástrica em Bolsonaro “devido a episódio de náuseas e vômito”.

Na última quarta-feira (14), com a nova internação do presidente para tratar uma obstrução intestinal, também em decorrência do ataque de 2018, a imagem voltou a circular nas redes sociais. Bolsonaro teve alta no domingo (18).

A professora da Escola de Ciências da Vida da PUCPR Danielle Sellmer afirma que, de fato, apenas pela foto analisada não é possível determinar se o presidente está ou não utilizando a sonda, já que o material utilizado para fixá-la oculta a entrada do nariz. Além disso, a enfermeira ressalta que o material utilizado não é parecido com o que normalmente é administrado nesse procedimento. “A gente vê ali uma fixação bem diferente. Esse tipo de fixação não é algo que na faculdade se ensina a fazer”, avalia Sellmer.

No entanto, uma outra imagem, publicada na conta de Instagram do presidente um dia antes, em 7 de fevereiro de 2019, mostra a sonda de outro ângulo. Nela é possível ver o equipamento entrando pelo nariz e um material fixador semelhante logo acima.

Segundo Sellmer, a devida fixação do equipamento é muito importante, porque um simples movimento do paciente pode fazer com que a sonda saia do lugar. “Quando o intestino se fecha, as fezes formadas saem pela boca, a pessoa começa a vomitar fezes. A sonda serve para que ela não se engasgue no próprio vômito e ele acabe indo para o pulmão”, explica a professora.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo