A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que manifestantes de esquerda invadiram igreja no Ceará para protestar contra Bolsonaro

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.jul.2021 | 16h49 |

Circula pelas redes sociais um post dizendo que uma igreja católica em Fortaleza, no Ceará, foi invadida por manifestantes “vermelhos”, ou seja, de esquerda, que interromperam a missa dominical para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Igreja Católica em Fortaleza é invadida por vermelhos durante a missa dominical gritando ‘fora Bolsonaro’. Para vc ver como eles são contra o cristianismo e quem é conservador. São uns canalhas que não respeitam nada e ninguém”
Texto que circula junto com imagem no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Manifestantes de esquerda não invadiram uma igreja para protestar contra o presidente Bolsonaro. Na realidade, o caso relatado na legenda do vídeo distorce um episódio real que aconteceu no dia 11 de julho na Paróquia Nossa Senhora da Paz, localizada no bairro Aldeota, em Fortaleza. Na ocasião, um homem que estava no local interrompeu uma missa e acusou o padre Lino Allegri de estar transformando o altar em palanque político

Ao interromper a missa, ele acusou o padre Lino, que não estava presente, de estar “impondo ideologia”. Também afirmou que a igreja virou “um reduto da esquerda”. Revoltados, fiéis se reuniram para expulsar o homem do local e gritaram “Fora” e “Fora, Bolsonaro” como forma de protesto. Na semana anterior, o padre Lino havia sido hostilizado por oito fiéis após criticar Bolsonaro

Durante a celebração, um dos sacerdotes leu um trecho de uma mensagem da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que lamentou as 500 mil mortes por Covid-19 no país. Um determinado trecho do texto dizia o seguinte: “A trágica perda de mais de meio milhão de vidas está agravada pelas denúncias de prevaricação e corrupção no enfrentamento da pandemia da Covid-19″.

No último domingo (18), policiais montaram um esquema de policiamento perto da igreja para evitar novos episódios. Apoiadores de Bolsonaro lotaram a igreja na ocasião, mas não houve confrontos. O padre Lino está afastado temporariamente desde o episódio de 4 de julho e também não compareceu à cerimônia. 

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo