Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: Lei que proíbe exame de ultrassom não existe; texto foi publicado em blog ‘satírico’ do R7

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.ago.2021 | 19h19 |

Circula pelas redes sociais um texto publicado no site R7 dizendo que uma nova lei proíbe que exames de ultrassonografia revelem o sexo de bebês. Segundo a publicação, essa nova medida seria fruto da “Nova Lei do Ventre Livre”, da deputada “Juju Pimenta”. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Proibido exame de ultrassom para saber sexo do bebê”
Texto publicado no site do R7 que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O texto foi publicado no blog “Melhor Não Ler”, do R7, que se apresenta como um blog que publica sátiras, piadas e memes no site como forma de entretenimento. Ao final do texto, está escrito: “Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser”. Os textos publicados neste espaço são todos satíricos, sempre com esse “aviso” no final.

O texto, que ignora a distinção entre sexo biológico e gênero, afirma que o projeto de proibir ultrassonografias foi proposto por uma deputada chamada “Juju Pimenta”, que não existe, filiada ao PMB, partido que atualmente não tem nenhum deputado federal. Apelidado de “Nova Lei do Ventre Livre”, o projeto teria sido aprovado por unanimidade e entraria em vigor em 24 horas — o que não acontece na vida real, visto que um projeto de lei precisa ser aprovado também no Senado e sancionado pelo presidente da República.

Apesar de contar com um “aviso” no final do texto dizendo que a “crônica” é ficcional, o texto vem sendo compartilhado como se fosse verdadeiro nas redes sociais. Em muitos casos, apenas uma captura de tela mostrando o título é compartilhada por usuários.

Essa informação também foi verificada pelo Boatos.org. 

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo