A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: Vídeo de policiais cantando não tem relação com manifestações convocadas para 7 de setembro

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
01.set.2021 | 16h35 |

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra um grupo de policiais gritando “Escuta a terra tremer!”. A legenda da gravação afirma que essas imagens teriam sido feitas pela Polícia Militar de São Paulo, em preparação para as manifestações do dia 7 de setembro que foram marcadas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

7/9 vai ser gigante!

Polícia Militar de São Paulo

7/9 eu vou pra Paulista!”
Legenda de vídeo publicado no Facebook que, até às 15h do dia 1º de setembro de 2021, tinha mais de 46 mil compartilhamentos 

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa não tem relação com as manifestações em defesa do governo federal convocadas para 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil. Na realidade, a gravação mostra uma turma de agentes de segurança do Rio de Janeiro comemorando a conclusão do Curso de Formação de Soldados (CFSd) da Polícia Militar. O vídeo pode ser visto na página oficial do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças – CFAP 31 de Voluntários. Não há qualquer relação dessas cenas com a PM de São Paulo.

Procurada, a assessoria de imprensa da Polícia Militar do Rio de Janeiro informou, em nota, que a formatura dos novos soldados ocorreu no dia 16 de agosto. Nas redes sociais, a organização postou outros vídeos da comemoração. Um deles, publicado no Instagram, mostra uma policial gritando ao redor de vários homens fardados. Essa outra gravação também está sendo tirada de contexto nas redes para ilustrar – incorretamente – uma possível preparação dos agentes de segurança para o 7 de setembro.

A convocação para as manifestações do Dia da Independência têm sido acompanhada pela difusão de conteúdos falsos nas últimas semanas. Vídeos antigos, como o de uma fila de ônibus estacionados, ou fora de contexto, como o de indígenas acampados em protesto contra o “marco temporal”, estão entre os conteúdos compartilhados com legendas falsas, como se tivessem relação com o 7 de setembro, que foram desmentidos pela Lupa. O ato foi chamado por apoiadores do presidente Bolsonaro para defender o governo federal e criticar os ministros do Supremo Tribunal Federal. Até o momento, não está confirmado se haverá uma greve de caminhoneiros na data.  

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo