Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É antigo vídeo em que governador Helder Barbalho cita proibição de manifestações no Pará

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
03.set.2021 | 16h23 |

Circula pelo WhatsApp um vídeo em que o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), proíbe a realização de manifestações e carreatas que gerassem aglomeração de pessoas. Ele cita o apoio da Secretaria de Segurança Pública e das polícias Civil e Militar, que devem tomar “todas as providências necessárias”. A legenda da gravação sugere que se trata de uma tentativa de impedir as manifestações bolsonaristas marcadas para 7 de setembro. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Começou a privação da liberdade de ir e vir do povo paraense, pois pasmem, no dia 07/09, o povo está proibido de se manifestar e poderá ser preso. Repassem.”
Legenda de vídeo que circula em grupos de WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Na verdade, o vídeo foi publicado originalmente em março de 2020, no início da pandemia da Covid-19. Na ocasião, o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou a assinatura de um decreto que proibia aglomerações no estado. Não há relação com os protestos marcados para 7 de setembro, em que manifestantes vão às ruas para protestar pelo voto impresso, já rejeitado pelo Congresso Nacional, e pela destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF)

O vídeo que circula no WhatsApp é o trecho inicial de uma gravação de três minutos publicada por Barbalho em suas redes sociais no dia 27 de março de 2020. Nela, o governador diz que não permitirá a realização no estado de “manifestações, carreatas e outras aglomerações” que estimulassem a exposição da população paraense à Covid-19. Ele estava acompanhado do secretário de Segurança Pública do Pará, Ualame Machado; do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior; do então delegado-geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira; e do procurador-geral do estado, Ricardo Nasser Sefer.

A gravação foi feita pouco mais de uma semana depois de o Pará registrar seu primeiro caso de Covid-19, em 18 de março de 2020.

O uso da tipoia por Barbalho é outra evidência da data de registro do vídeo. Com base no conteúdo publicado pela Agência Pará, vinculada à secretaria de Comunicação do estado, o emedebista aparece usando a proteção em fotos registradas de 2 a 28 de março de 2020. Ele não usa este equipamento atualmente.

No momento, todas as regiões do Pará estão na bandeira verde, de acordo com o monitor do governo do estado. A classificação indica que a taxa de transmissão da Covid-19 está baixa, enquanto há alta capacidade de resposta do sistema de saúde.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo