Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falso que Fogo de Chão publicou texto chamando emissoras de ‘Globolixo’ e ‘CNN Lixo’

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
27.set.2021 | 16h47 |

Circula no WhatsApp que o restaurante Fogo de Chão publicou um texto em que supostamente rebate informações veiculadas pelas emissoras Rede Globo e CNN sobre o “puxadinho” feito para receber a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no dia 20 de setembro em Nova York. A mensagem diz que o termo “puxadinho improvisado” usado pelas emissoras não procede, porque o local tem estrutura para receber chefes de estado. A suposta resposta também afirma que a recepção a Bolsonaro foi planejada e que, por motivos de segurança, o almoço foi servido no pátio. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Resposta da Churrascaria Fogo de Chão de NY sobre os comentários lixo da Globolixo e CNN lixo.
Grande prazer e honra receber e servir nosso presidente Jair Messias Bolsonaro e sua equipe diplomática no “puxadinho improvisado” da nossa churrascaria em Nova York.
Quero antagonizar e desmentir a desclassificada mídia corporativa do Brasil, #globolixo e #CNNLixo(Comédia News Network), ambas maiores produtoras de #fakenews, quando publicaram em suas matérias que o presidente Bolsonaro almoçou em um “puxadinho improvisado” na nossa churrascaria.
Primeiro lugar temos estrutura física e financeira suficiente pra receber com total conforto e segurança qualquer chefe de estado, e não seria diferente com o nosso.
(…) Temos na frente da churrascaria um calçadão enorme onde todos os anos durante o verão montamos um pátio com tendas, mesas, cadeiras e plantas para servir “al fresco” a todos os nossos clientes.
(…) E diante dos fatos mencionados acima, dos quais presenciei e até participei ativamente, chego à conclusão que estou #FechadoComBolsonaro Abraços moçada.”
Texto que circula em grupos de WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A rede Fogo de Chão negou que o texto que contesta o termo “puxadinho”, usado por alguns veículos de comunicação, e que chama emissoras pelos nomes pejorativos de “Globolixo” e “CNN Lixo”  tenha sido escrito por alguma pessoa ligada às churrascarias do grupo. A palavra “puxadinho” foi usada por alguns portais para se referir à estrutura montada na churrascaria brasileira em Nova York no dia 20 de setembro, quando o presidente, que não está oficialmente vacinado, e sua comitiva almoçaram no local. Por e-mail, a assessoria de imprensa informou que a nota é uma “fake news”.

Também não foi localizada qualquer menção no site da rede – tanto na página do Brasil quanto na dos Estados Unidos, ou mesmo nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) – sobre a recepção para o presidente Jair Bolsonaro no dia 20 de setembro, quando ele esteve em Nova York para participar da 76ª Assembleia Geral das Organizações Unidas (ONU) e fez uma refeição no local. Tampouco há qualquer nota oficial que conteste notícias veiculadas na ocasião. 

Naquela semana, a BBC Brasil publicou uma reportagem que informava que a churrascaria brasileira armou uma espécie de puxadinho externo, com mesas ao ar livre cercadas por tapumes pretos, para que o presidente e sua comitiva pudessem almoçar. À BBC, o gerente do restaurante explicou que essa área é a única permitida para pessoas sem vacinação, conforme as leis da cidade de Nova York. Essa notícia foi replicada por vários portais de notícias, como o G1 e a Folha de S.Paulo.

Em nota enviada à BBC naquele dia, a assessoria de imprensa da rede Fogo de Chão explicou que, em razão das restrições sanitárias da pandemia, as unidades da rede nos Estados Unidos “inauguraram tendas customizadas” e que esses locais ao ar livre seguem em funcionamento, mesmo após a abertura dos salões internos, para receber aqueles que não apresentam o cartão de vacina.” Depois que a comitiva foi embora, no entanto, a estrutura foi retirada

Vale ainda pontuar que a mensagem falsa, atribuída à rede de restaurantes Fogo de Chão, começou a circular a partir do dia 24 de setembro em páginas bolsonaristas como Aliança pelo Brasil e Direita Volver, entre outras. Como explicado acima, essa nota não aparece em nenhum meio oficial da empresa Fogo de Chão.

Esse conteúdo também foi verificado pelo Boatos.org.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo