Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falso que Zé Vaqueiro falou ‘fora Bolsonaro’ em show e foi vaiado

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.set.2021 | 15h46 |

Circula pelas redes sociais que o cantor Zé Vaqueiro teria falado “fora Bolsonaro” durante um show, foi supostamente vaiado e o público jogou lixo no palco. A publicação também diz que, por isso, o artista perdeu mais de 100 mil seguidores no Instagram. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Zé vaqueiro falou fora Bolsonaro, o povo mandou ele Tnc. Jogaram latas de cervejas e lixo no palco, no dia seguinte, ele perdeu mais de 100 mil seguidores no Instagram e continua perdendo. ”
Legenda de vídeo publicado no Facebook que, até 15h do dia 28 de setembro de 2021, havia sido compartilhado por x mil pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A cena em que fãs gritam “fora” aconteceu durante um show do cantor Zé Vaqueiro em Abaetetuba (PA) no dia 18 de setembro, mas as vaias não foram direcionadas ao artista. Na ocasião houve um princípio de briga entre pessoas da plateia, e o cantor parou o show diversas vezes para apaziguar o conflito. Em uma delas, os participantes pediram a saída de um dos fãs que estava causando o tumulto, e não a de Vaqueiro. 

A assessoria de imprensa do cantor informou que em nenhum momento Zé Vaqueiro fez referência a Bolsonaro durante o show. “As vaias foram direcionadas aos rapazes que estavam brigando no meio do público. Zé Vaqueiro interrompeu  o show, e alertou os seguranças sobre a briga e o perigo de ferir outras pessoas”, afirmou, em nota.

A situação foi filmada por diversas pessoas e publicada nas redes sociais, sempre com a legenda informando que o cantor interrompeu o show por conta de uma briga. Em todas, é possível perceber que se trata do show em Abaetetuba, já que há a coincidência de data, formação do palco e roupa do músico. 

Na primeira ocasião, Vaqueiro diz: “A gente está começando agora, galera, uma vaia para essa galera aí, por favor”, como visto aqui. Depois, o cantor interrompeu a música mais uma vez e reclamou com o fã que ainda tumultuava, como visto neste vídeo. “Ele de novo, está machucando o pessoal aqui, tem vergonha não?”, afirmou. Vaqueiro ainda pergunta para a plateia: “Eu paro ou continuou?”. O público pede a continuação do show. 

Já o vídeo usado na peça de desinformação foi originalmente compartilhado na rede social Kwai, como visto pela marca d’água, e é possível encontrar uma versão dele circulando no aplicativo. Nele, os fãs gritam “fora” enquanto Zé Vaqueiro aguarda no palco. A mesma situação foi gravada por outro fã, de outro ponto de vista, com a legenda “e o Zé Vaqueiro que parou o show para ver as mulheres da minha cidade brigar”. Nesta gravação, é possível ouvir os mesmos gritos da plateia e a mesma cena retratada na peça de desinformação. Em nenhum momento o público se revolta contra o cantor.

Também é falso que Zé Vaqueiro tenha perdido 100 mil seguidores no Instagram por conta do ocorrido. Por meio da plataforma Social Blade é possível identificar que entre os dias 18 e 21 de setembro, o cantor ganhou ao menos 20 mil seguidores

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo