Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falso que Renan Calheiros Filho é dono de resort em construção em Maragogi

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
05.out.2021 | 18h35 |

Circula em grupos de WhatsApp um vídeo em que um homem não identificado diz que um hotel localizado na Praia de Antunes, no município de Maragogi, em Alagoas, pertence ao governador do Estado, Renan Filho (MDB- AL) – filho do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que é relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. As imagens não exibem o denunciante, mas é possível ver o empreendimento a beira-mar e alguns banhistas ao redor. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“E aí pessoal, galera do bem brasileira. Esse aqui é o Hotel Brisa, que está sendo construído na praia de Antunes, distrito de Maragogi, Alagoas. Adivinha de quem que é esse hotel na beirada da praia? Renan Calheiros Filho. Você acha que você, simples mortal, iria conseguir uma licença ambiental para construir um hotel desse? Vou dar um zoom a mais aqui para vocês verem o tamanho do hotel. Está ok? Está sendo construído com seu dinheiro, você pode vir cá e hospedar porque já tá pago, viu? Já tá pago. Licença para construção até 2023. Tem que terminar isso aí. Então, ele tem que ser reeleito, papai Renan tem que ser reeleito porque senão o filhinho pode ter problema para acabar de construir o Hotel Brisa. Ok? É isso aí. Continua votando e apoiando esses babacas. Abraços”
Narração em vídeo que circula no WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O empreendimento Maragogi Brisa Resort, nome fantasia da DC Partipações Ltda, faz parte da rede hoteleira do grupo Brisa, liderada pelo empresário Carlos Antonio Nogueira Gatto, com capital social de R$ 13.625.080,00. Além de Carlos, o Quadro de Sócios e Administradores do site da Receita Federal lista como sócio-administrador do Maragogi Brisa Resort o empresário Davi Nogueira Gatto. Não há nenhuma menção no documento ao governador Renan Calheiros Filho. 

No vídeo, o homem ainda diz que o resort está sendo financiado com recursos públicos. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do hotel negou qualquer ligação com o político. “É uma família tradicional do ramo de hotelaria. Não existe nenhum tipo de vínculo político ou partidário entre seu quadro societário. Ressaltamos ainda que o resort faz parte da Rede Brisa de hotéis, um grupo de iniciativa privada, atuante no mercado alagoano há mais de 60 anos”, respondeu, por telefone. A empresa também enviou uma nota, por e-mail, em que desmente o post.   

Em contato com a Lupa por telefone, a equipe do governador de Alagoas também negou ter qualquer relação com o empreendimento. A assessoria do gestor informou que a construção do hotel foi autorizada pelo Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) através de Licença de Instalação (LI), válida até 22 de abril de 2023, e segue as mesmas exigências e protocolos de outras empresas. Comunicado semelhante foi publicado no site Alagoas sem Fake, que pertence ao governo do estado e também desmentiu o vídeo. O empreendimento teve a inauguração adiada por conta da pandemia da Covid-19. No novo planejamento – informado pela equipe do hotel através de mensagens no WhatasApp -, o fim das obras está previsto para o primeiro semestre de 2022.

Esta não é a primeira vez que a família de do senador Renan Calheiros é alvo de vídeos enganosos. Em maior deste ano, a Lupa desmentiu que os filhos do relator teriam viajado para a praia em em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). Na verdade, a assessoria de imprensa da FAB afirmou que o avião do vídeo não pertence à Instituição. Além disso, nenhum dos homens mostrados nas imagens se pareciam com Renan Filho ou com Rodrigo Calheiros – filhos do senador com a artista plástica Maria Verônica Rodrigues Calheiros. 

Uma versão similar desse conteúdo foi desmentida pelo Boatos.org

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo