Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falsa mensagem com novos valores de multas de trânsito que circula no WhatsApp

Estagiária | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
14.out.2021 | 18h04 |

Circula pelo WhatsApp uma mensagem que alerta os condutores de veículos sobre novos valores de multas de trânsito. Segundo o texto, o reajuste supostamente entrou em vigor “hoje” em todo o país. O comunicado avisa ainda que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) só poderá ser renovada no prazo de no máximo 30 dias depois do seu vencimento – depois disso, o documento seria cancelado automaticamente. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“NOVAS MULTAS VALENDO A PARTIR DE HOJE:

Proibido o uso de películas escuras multa R$970.70 (Mais a retirada)

Farol ou lanterna queimada multa R$910.15 (Por lâmpada)

Pneus ruins multa R$960.65 (Por cada pneu ruim)

Limpador de vidros multa
R$1.202.12

Carro em estado ruim, multa
R$1.340,89 (+Apreensão do veiculo) (…)”

Parte de texto que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Os valores exibidos na mensagem para várias das infrações mencionadas estão acima dos valores reais cobrados pelos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans). A mensagem também exibe penalidades que não constam no Código de Trânsito Brasileiro. A assessoria de imprensa do Ministério de Infraestrutura, responsável pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), informou, em nota enviada por e-mail, que não houve reajuste nos valores das infrações de trânsito que vigoram atualmente.

Uma consulta à relação de infrações de trânsito do Detran de São Paulo, por exemplo, mostra que o valor real da multa para veículos com vidros totalmente ou parcialmente cobertos por película, painéis ou pintura é de R$ 195,23  — quantia muito menor que a informada na peça de desinformação, de R$ 910,15. Para veículos que transitam em mau estado de conservação, o valor da multa é de R$ 195,23 — já na mensagem que circula pelo WhatsApp, seria de R$ 1.340,89.

Todas as infrações existentes citadas no texto estão com os valores incorretos. Na nota enviada pela assessoria de imprensa do Ministério de Infraestrutura constam os valores reais das infrações, de acordo com sua classificação de gravidade — nenhuma delas chega nem perto do valor de R$ 1 mil.

Das 14 infrações mencionadas na mensagem, quatro não estão catalogadas no Código de Trânsito Brasileiro. Não há previsão de infração para insultos entre motoristas e não há penalidade específica para quem fumar enquanto dirige. Também não há multa específica para pneus ruins, mas sim para qualquer veículo conduzido em mau estado de conservação. Ainda, não há multa para quem deixa de renovar a carteira de habilitação.


” (…) A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) só pode ser Renovada durante o prazo de no máximo 30 dias após o seu vencimento

Após este prazo, a CNH é cancelada automaticamente, e o condutor será obrigado a prestar todos os exames novamente: Psicotécnico, Legislação e o Exame de Rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou CNH (…)”

Trecho de texto que circula pelo WhatsApp

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O aviso também erra ao dizer que a CNH só poderá ser renovada no prazo de 30 dias e, depois disso, será cancelada automaticamente. Na verdade, o Código de Trânsito Brasileiro diz apenas que é permitido dirigir por até 30 dias com a carteira vencida. Em caso de flagrante de condução com CNH vencida, o motorista terá cometido uma infração de trânsito. A multa para essa ocorrência é de R$ 293,47.

As últimas alterações pelas quais passou o Código de Trânsito Brasileiro foram sancionadas no dia 13 de outubro de 2020 pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Nenhuma delas refere-se à alteração de valores das multas. Entre as principais mudanças estão o aumento do limite de pontuação da CNH de 20 para 40 pontos, o aumento da validade da CNH de cinco para dez anos e também a possibilidade de pagar multas com 40% de desconto.

Um versão semelhante desse conteúdo foi verificada por Fato ou Fake e Boatos.org.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo