Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falsa interação no Twitter entre ‘perfis oficiais’ de Bolsonaro e Lula

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
09.nov.2021 | 16h25 |

Circula pelas redes sociais uma imagem que mostra uma suposta interação entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Twitter. Segundo o registro, Lula teria escrito que “ser traído por um companheiro de luta é o mesmo que tomar um tiro nas costas”. Em resposta, Bolsonaro teria publicado o seguinte: “Celso Daniel que o diga”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Lula: ‘Ser traído por um companheiro de luta é o mesmo que tomar um tiro nas costas!’
Jair M. Bolsonaro: ‘Celso Daniel que o diga'”
Tuítes atribuídos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao presidente Jair Bolsonaro compartilhados em imagem no Facebook que, até as 15h de 9 de novembro de 2021, tinha mais de 600 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A interação, mostrada na imagem, entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nunca aconteceu. Uma busca no Twitter mostra que Lula nunca publicou em seu perfil oficial esse texto – assim, é impossível que Bolsonaro tenha respondido. “Não publicamos isso e essa interação não existiu”, confirmou o assessor de imprensa do petista. Uma busca no Google não traz nenhum resultado capaz de comprovar a publicação do tuíte de Lula

Também não foi arquivada a suposta mensagem no site WayBack Machine, que permite salvar conteúdos disponíveis na internet antes que sejam apagados ou modificados. Ferramentas como o TweetBeaver, que encontra conversas entre dois usuários do Twitter, e o projeto7c0, que registra tweets apagados por autoridades, também permitem afirmar que a interação entre Bolsonaro e Lula jamais ocorreu.

Há outros elementos no print que indicam se tratar de uma imagem manipulada. A conta supostamente usada por Bolsonaro, por exemplo, não é a oficial. O endereço que aparece é o @jairbolsonaroopre (que não existe), quando o real é @jairbolsonaro. Além disso, a data do falso tuíte de Lula está escrita em português, sem o ponto final (“25 out 2021”, em vez de “25 out. 21”), enquanto outros elementos da plataforma aparecem em inglês (como em “Replying to”, acima do suposto tuíte de Bolsonaro, e “Likes”) – a interface do Twitter sempre usa todas palavras no mesmo idioma. 

No dia 25 de outubro, data em que a suposta interação teria ocorrido, Lula publicou quatro conteúdos do Twitter. Um deles falava sobre a queda da desigualdade no Brasil durante os governos petistas, enquanto outro mostrava um vídeo de um grupo de pessoas homenageando o ex-presidente em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Além disso, o petista também retuitou dois posts feitos pelo Instituto Lula, que relembravam acontecimentos ocorridos durante o governo do petista. 

Essa informação também foi verificada por AFP Checamos, Aos Fatos, Fato ou Fake e Yahoo! Notícias.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo