Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É falso tuíte atribuído à Folha de S.Paulo sobre ‘absolvição de jovem supremacista’

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
25.nov.2021 | 14h16 |

Circula nas redes sociais a reprodução de um post no Twitter, atribuído ao jornal Folha de S.Paulo, no qual o veículo teria questionado se a absolvição de Kyle Rittenhouse, supostamente citado pelo veículo como “jovem supremacista branco”, poderia “estimular” brasileiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a “atirar indiscriminadamente” contra manifestantes pacíficos no Brasil. 

Rittenhouse, com 17 anos na época, baleou três pessoas durante uma manifestação antirracista em agosto de 2020 nos Estados Unidos e foi inocentado das acusações na última sexta-feira (19). Ele alegou ter agido em legítima defesa. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“A absolvição do jovem supremacista branco nos EUA pode estimular brasileiros bolsonaristas a atirar indiscriminadamente contra manifestantes pacíficos no Brasil?”
Tuíte atribuído à Folha de S.Paulo em post publicado no Facebook que, até as 10h40 do dia 25 de novembro de 2021, tinha sido compartilhado  24 vezes

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A Folha de S.Paulo não publicou nenhum post no Twitter no qual indaga se o resultado do julgamento que inocentou Kyle Rittenhouse  poderia estimular bolsonaristas a atirar em manifestantes no Brasil. Também não há nenhuma publicação sobre a absolvição do jovem norte-americano no perfil no Instagram do veículo. No Facebook, a Folha compartilhou duas publicações após o julgamento do caso, mas em nenhuma delas faz qualquer tipo de indagação ou menciona “brasileiros bolsonaristas”. No dia 21 de novembro, o jornal noticiou que o resultado do julgamento gerou protestos em diversas cidades norte-americanas. Já no dia 23, o jornal postou que o jovem inocentado deu uma entrevista ao canal Fox News.

No site da Folha, assim como no Facebook, as matérias publicadas após o julgamento de Rittenhouse em 19 de novembro apenas noticiam o resultado do processo, os protestos registrados em diversas cidades dos Estados Unidos e a entrevista dada pelo jovem à Fox News — na qual ele negou ser racista e disse apoiar o movimento Black Lives Matter. Não há, em nenhuma dessas reportagens, qualquer menção ao Brasil ou a brasileiros bolsonaristas. O suposto tuíte também não foi encontrado no site WayBack Machine, que permite o arquivamento de páginas de sites e publicações.

Procurada pela Lupa, a equipe de mídias sociais da Folha de S. Paulo informou que não publicou nenhum texto ou tuíte com conteúdo com conteúdo similar. 

Esse conteúdo também foi verificado pelo Aos Fatos.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo