Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: Vídeo mostra protesto na Argentina contra passaporte sanitário, não contra Lula

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
13.dez.2021 | 17h41 |

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra um suposto protesto contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Argentina. O letreiro e a legenda da publicação sugerem que o ato foi realizado durante a visita do petista ao país vizinho na última semana. O político viajou para Buenos Aires na última quinta-feira (9) e participou de agenda com o presidente Alberto Fernández. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse conteúdo fosse analisado. Veja a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“ARGENTINA PROTESTA CONTRA A VISITA DE LULA!”
Texto em vídeo do Instagram que, até as 17h do dia 13 de dezembro de 2021, tinha sido curtido por 106 pessoas 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O vídeo não mostra protestos contra Lula durante a visita do ex-presidente a Buenos Aires, na Argentina, na última semana. A cena foi gravada nas manifestações realizadas no último sábado (11) na capital daquele país contra o passaporte sanitário (comprovante de vacinação) — que se tornará obrigatório para eventos de grande porte a partir de 1º de janeiro — e não tem qualquer relação com o político brasileiro. Não há nenhum registro público de que o petista tenha sido alvo de manifestações contrárias na Argentina. 

Detalhes como um cartaz com os dizeres “No al pase sanitario” e o fato de o som da gravação não ter nenhuma menção a Lula evidenciam que o protesto não tinha nenhuma relação com o ex-presidente brasileiro. Um vídeo gravado no mesmo dia e publicado no canal La Derecha Diario, no Twitter, mostra o mesmo cartaz, “No al pase sanitario”, a partir de um ângulo diferente – o chapéu da pessoa que o segura também é o mesmo. Essa manifestação foi realizada no entorno do Obelisco, monumento localizado na região central de Buenos Aires.

Esses atos foram amplamente documentados por usuários do Twitter. Ao comparar imagens da filmagem que viralizou no Brasil com os vídeos postados por argentinos, é possível notar mais semelhanças, como um prédio à esquerda do Obelisco com uma enorme placa vermelha.

Na sexta-feira (10), Lula participou de um ato na Plaza de Mayo, em Buenos Aires, em comemoração aos 38 anos da recuperação da democracia do país vizinho. Além dele, estiveram presentes Alberto Fernández e Cristina Kirchner, respectivamente o presidente e a vice-presidente da Argentina, e ainda o ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica. Diferentemente do que sugere a legenda do post, foram registradas manifestações pró-Lula — e não contrárias a ele — nesse dia. Após o discurso de Cristina Kirchner, parte das pessoas presentes cantou “Vamos voltar, Lula vai voltar”, em apoio ao petista. 

Os quatro políticos foram aplaudidos e não há registros públicos de manifestações contrárias ao brasileiro nesse dia. Jornais locais, como o La Nación e Clarín, noticiaram o encontro e não há qualquer menção de protestos contrários a Lula.  

Ainda no sábado, uma multidão de manifestantes também foi às ruas de Buenos Aires, mas dessa vez para protestar contra o acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). O governo de Fernández tenta refinanciar uma dívida de US$ 44 bilhões. Também não há registros de manifestações contrárias ao petista nessa ocasião.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo