Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: Número 22 em camisa de futebol dada a Lula é referência a 2022, não a partido de Bolsonaro

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
14.dez.2021 | 16h47 |

Circula pelas redes sociais um vídeo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebe uma camisa de futebol personalizada com seu nome e o número 22. Segundo a legenda, o presente teria sido uma “trollagem”, já que esse é o mesmo número pelo qual o presidente Jair Bolsonaro (PL) deve ser candidato à reeleição nas eleições do ano que vem. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“E o Lula que foi ganhar o uniforme do Corinthians e foi trollado: camisa tinha o número 22”
Legenda de vídeo que, até 16h do dia 14 de dezembro de 2021, havia sido visualizado por 45 mil usuários no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. De fato, Lula foi presenteado com uma camisa de um time de futebol com o número 22. Essa não foi, no entanto, uma referência ao número do PL, com o qual o presidente Bolsonaro deve tentar a reeleição, mas ao ano de 2022, em que será realizado o pleito. O petista é pré-candidato ao Palácio do Planalto pelo PT. Além disso, Lula recebeu uma camisa do Esporte Clube Bahia, não do Corinthians.

Em agosto deste ano, o petista fez uma viagem a seis estados do Nordeste, ocasião em que participou de eventos públicos e buscou consolidar alianças políticas para 2022. A Bahia foi o último local visitado durante a turnê.

No dia 25 de agosto, Lula participou de um evento sobre combate à fome na Assembleia Legislativa do estado com a presença de lideranças de movimentos sociais e do governador Rui Costa (PT). Na ocasião, o presidente da Casa, deputado Adolfo Menezes (PSD), fez um discurso com críticas ao governo Bolsonaro e, ao final da sua fala, ofereceu um presente ao petista. “Uma camisa do Bahia com o número 22 para que o senhor pudesse malhar com a sua senhora Janja [noiva de Lula]”, explicou Menezes.

Como registrou o jornalista Rafael Freitas em sua coluna no jornal Correio, o número 22 na camisa do Bahia era uma referência às eleições de 2022, uma vez que Lula é pré-candidato à Presidência da República. Não seria possível que a referência fosse ao número do Partido Liberal, 22, já que Bolsonaro se filiou à legenda apenas cerca de três meses depois do vídeo, em 30 de novembro.

Apesar de o mandatário ter recebido, ainda em janeiro, convite para disputar as eleições pelo PL, as negociações com a sigla só tomaram corpo em outubro. No fim daquele mês, o próprio presidente ainda avaliava se filiar ao PP ou ao PL. A filiação à atual sigla foi oficializada em 30 de novembro durante um evento em Brasília. Esse é o oitavo partido ao qual Bolsonaro é filiado desde que iniciou sua carreira política.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo