vultos da República

A banqueira

Como vive Kátia Rabello, a ex-bailarina mineira que herdou o Banco Rural e foi condenada no julgamento do mensalão

Karla Monteiro
Kátia Rabello diz que assumiu o Rural constrangida por circunstâncias trágicas e que sentiu uma “solidão intensa” ao receber a sentença de prisão; seus encontros com José Dirceu favoreceram o argumento de que teve participação ativa no mensalão
Kátia Rabello diz que assumiu o Rural constrangida por circunstâncias trágicas e que sentiu uma “solidão intensa” ao receber a sentença de prisão; seus encontros com José Dirceu favoreceram o argumento de que teve participação ativa no mensalão FOTO: EUGÊNIO SÁVIO_2013

Fazia calor intenso no Pantanal na manhã de 12 de novembro de 2012, uma segunda-feira. Era cedo quando Kátia Rabello pulou da cama, o sol mal havia raiado. Estava no Mato Grosso do Sul, em uma fazenda que pertencia ao Banco Rural, instituição fundada por seu pai, o mineiro Sabino Rabello, quando ela tinha apenas 3 anos de idade. Com o namorado, um empresário do setor do agronegócio, e a sobrinha de 27 anos, seguiu para Cuiabá. Foram direto para um congresso da Organização Latino-Americana de Plantadores de Teca, assunto do interesse da família. Depois de algumas horas, já no fim da tarde, se dirigiram ao hotel, para descansar. Naquela noite, Kátia teria um jantar com um grupo de empresários também dispostos a investir na árvore nativa da Ásia que virou moda no ramo do reflorestamento.

Assim que entraram no quarto, o iPhone da banqueira apitou. Era um torpedo de uma amiga que morava no Rio de Janeiro, com quem ela não se encontrava havia alguns anos. O texto dizia o seguinte: “Tenho grande admiração e carinho por você. Se soubessem do seu coração, da artista sensível que você é, teriam sensibilidade na questão em curso. Lembro-me da minha filhota na sua escola, tão feliz. Conte com a minha amizade, querida.”

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Karla Monteiro

Karla Monteiro, jornalista, é autora de Karmatopia e Sob Pressão. Em outubro lança pela Companhia das Letras a biografia do jornalista Samuel Wainer

Leia também

Últimas Mais Lidas

Na piauí_167

A capa e os destaques da revista de agosto

Dispositivo de alerta

Morador provisório do Alvorada mostrou não estar à altura do cargo para o qual foi eleito, assim como seu clã de três zeros

Bolsonaro, o favorito?

Se não aumentar atual taxa de aprovação, presidente chegará a 2022 em situação desconfortável; até lá, arma a retranca e joga a torcida contra o juiz

No app da inclusão

Jovens negros da periferia apostam na tecnologia como ferramenta contra o racismo

Foro de Teresina #111: A república rachada de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Álcool, pancadas na cabeça e poluição, novos riscos para o Alzheimer

Teste aponta propensão para a doença vinte anos antes de sintomas aparecerem; estudo inédito identifica três novos fatores a evitar para não desenvolver o mal

Moral religiosa é mais forte no Brasil do que em países com renda parecida 

Diretor de escola de Oxford analisa pesquisa global do Pew Research sobre moralidade e fé e explica por que a cultura brasileira faz do país um ponto fora da curva na questão

Mortes visíveis – o reencontro de Sérgio Ricardo, Dib Lutfi e Glauber Rocha

Contaminados pelo novo coronavírus, milhares de mulheres e homens perderam a vida – morreram de Brasil

De Quixeramobim a Oxford

Como um estudante do interior do Ceará se tornou um dos pesquisadores no rastro do genoma do Sars-CoV-2

Mais textos
2

Deus e o Diabo estão nos detalhes

Notas sobre a importância do desimportante

3

A morte e a morte do Capitão América

Baudrillard, o franco-atirador da teoria de que tudo é ilusão, mandou o Capitão América desta para a pior

4

Por que as crianças gostam de Valtidisnei

De como me perdi de minha família ao ver Pinocchio, fui parar num reformatório, e a reencontrei numa sessão de Bambi

5

Carbonos do pop

Falsos gringos e indústria cover no lado B da canção brasileira

7

A guerra do Cashmere

Como João Doria Júnior se tornou candidato a prefeito e implodiu o PSDB de São Paulo

8

Dentro do pesadelo

O governo Bolsonaro e a calamidade brasileira

9

Falta combinar no WhatsApp

Por 24 horas, a piauí acompanhou quatro grupos de caminhoneiros no aplicativo; viu minuto a minuto eles se insurgirem contra as forças federais, desprezarem o acordo de Temer e se negarem a encerrar a paralisação

10

O matemático que deu profundidade à superfície

Geômetra Manfredo do Carmo, fundador de seu campo de pesquisa no Brasil e pesquisador emérito do Impa, morre aos 89 anos